Fintechs podem se candidatar em competição da Visa que paga US$ 50 mil até junho

Por Thaís Augusto | 12 de Junho de 2019 às 07h34
Tudo sobre

Visa

Saiba tudo sobre Visa

Ver mais

A Visa abriu nesta segunda-feira (10) as inscrições para a competição de fintechs Visa Everywhere Initiative (VEI), que recebe candidaturas de startups de toda a América Latina e Caribe. O objetivo da competição é descobrir fintechs inovadoras em estágio de crescimento e com soluções disruptivas para serviços financeiros.

Serão selecionadas 12 startups para uma imersão de cinco semanas. As inscrições para o Visa Everywhere Initiative podem ser realizadas até o dia 30 de junho no site da empresa.

Ao longo dos últimos três anos, a competição contou com a participação de mais de quatro mil startups de 75 países. Neste ano, a principal novidade são as provas de conceito (PoC, na sigla em inglês), que, de acordo com a Visa, aceleram a chegada das soluções das startups ao mercado.

Neste ano, a Visa lançou solução de pagamento digital em Fernando de Noronha

Também pela primeira vez, as fintechs precisarão apresentar ao final uma demonstração de suas soluções. A startup vencedora receberá um prêmio de US$ 50 mil e a oportunidade de colaborar com a Visa na América Latina, recebendo sessões de mentoria com especialistas e visibilidade perante investidores e o ecossistema de parceiros.

A final do Visa Everywhere Initiative acontecerá durante a edição 2019 do FINNOSUMMIT, em Miami (EUA), no dia 8 de novembro. Durante a competição, as 12 startups selecionadas devem escolher um de três desafios para resolverem. São eles:

Desafio 1: Expandir o acesso aos pagamentos digitais e sua aceitação

Na América Latina, boa parte dos pagamentos ainda é realizada em dinheiro em espécie e a Visa quer expandir a aceitação de meios digitais. As participantes do VEI devem encontrar a resposta para a seguinte questão: Como as startups podem ajudar os estabelecimentos comerciais físicos e virtuais, especialmente os de micro, pequeno e médio porte, a aceitarem pagamentos digitais?

Desafio 2: Aumentar a participação da Visa no segmento de alta renda

Para este desafio, o esforço deve ser voltado para criar uma proposta de valor mais atraente para o segmento de alta renda. A pergunta a ser respondida é: Como as startups podem oferecer aos portadores de cartões de alta renda da Visa, ou para sua linha de produtos neste segmento, benefícios, funcionalidades e soluções exclusivas que despertem grande interesse para esses consumidores?

Desafio 3: Impulsionar o comércio digital seguro

Na região da América Latina, a Visa diz que o comércio digital continua registrando um crescimento de dois dígitos. Neste caso, as fintechs devem descobrir como podem proporcionar ainda mais segurança a essas transações e oferecer soluções que melhorem os índices de autorização ao mesmo tempo em que diminuem fraudes em transações domésticas e internacionais e melhoram a experiência de pagamento online.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.