Como usar o Photoshop para criar GIFs a partir de vídeos

Por Redação

Por mais que muita gente reclame do formato técnico, os GIFs animados são um presente que a internet nos deu. Não pelo fato de serem imagens em movimento, mas porque, na grande maioria dos casos, eles são usados como ferramenta de humor — e isso sempre é fantástico.

Só que a forma como esse conteúdo surge ainda é um mistério para muitos. Alguns sites até oferecem a possibilidade de criar suas animações a partir de uma sequência de fotos, mas quando o conteúdo vem de um vídeo a coisa muda de figura. Afinal, como é possível remover um trecho de um filme e disponibilizá-lo em um arquivo bem menor?

Poucos sabem, mas uma das formas mais comuns de fazer isso é pelo próprio Photoshop. A função está disponível no programa desde a versão CS5 Extended e consegue ser mais simples do que muita gente pensa — mesmo com as diversas opções que marcam os softwares da Adobe.

GIF Tutorial

Para isso, no entanto, é preciso que o vídeo em questão seja suportado pelo Photoshop. Assim, para criar seu GIF, o material base precisa pertencer a uma dessas extensões: .264, .3GP, 3GPP, AVC, AVI, F4V, FLV, MOV (Quicktime), MPE, MPEG-1, MPEG-4, MPEG-2, MTS, MXF, R3D, TS e VOB.

1. Para começar, clique em Arquivo e, em seguida, selecione a opção Importar e, depois. Quadros de vídeos para camadas.

Tutorial GIF

2. Escolha o vídeo desejado e uma nova janela deve abrir. Clique na opção Somente Intervalo Selecionado. Isso vai permitir que você determine qual trecho do filme vai ser transformado em GIF.

Em seguida, delimite onde a animação deve começar e encerrar. Dependendo do tamanho do recorte, pode ser um pouco chato fazer isso com exatidão, mas é possível ir conferindo o estado a partir do pequeno player integrado.

Quando estiver pronto, clique em Ok.

Tutorial GIF

3. Isso vai fazer com que o GIF esteja praticamente pronto, embora ele apenas apareça como uma imagem estática na sua tela.

4. Repare que, logo abaixo, há uma pequena aba chamada Timeline. Clique sobre ela e você verá que todas as camadas criadas estão ali. Cada uma delas representa um frame do vídeo original e, consequentemente, de sua animação. Assim, caso o seu recorte tenha ficado um pouco maior do que o esperado, você pode eliminar o excesso selecionando os quadros sobressalentes e clicando na lata de lixo logo abaixo.

Tutorial GIF

5. Ainda na aba Timeline, tenha certeza de que a opção Sempre está selecionada. Isso vai fazer com que o GIF entre em um looping contínuo.

6. Quando tiver terminado sua edição, clique novamente em Arquivo e selecione Salvar para Web.

Tutorial GIF

7. Na nova tela, clique no campo localizado no canto superior direito e selecione uma das opções GIF. O número corresponde ao total de cores e, quanto maior ele for, maior será o tamanho do arquivo final. Você pode testar os vários modos e conferir o resultado na imagem logo ao lado.

Tutorial GIF

Lembre-se também de alterar o tamanho da figura mais abaixo. Como um GIF é sempre pesado, o ideal é não fazê-lo muito grande para facilitar o compartilhamento.

Pronto! Com isso, você será capaz de transformar qualquer vídeo em uma animação rápida em questão de segundos.