Samsung nega que vai relançar Galaxy Fold agora em julho

Por Wagner Wakka | 14 de Junho de 2019 às 13h14
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Galaxy Fold

Ficha técnica

Após o fiasco da prévia do Galaxy Fold, a Samsung ainda não deu uma nova data para lançamento do seu smartphone dobrável. Na última semana, contudo, surgiram rumores de que julho seria o mês de a sul-coreana finalmente colocar o aparelho no mercado. Diante disso, a gigante veio a público e negou que esses planos existem.

A informação vem do periódico sul-coreano The Korean Herald, o qual entrou em contato com executivos da empresa e parceiros. Todos foram incisivos em dizer, mesmo que sob anonimato, que ainda não há uma data definida para o lançamento do Galaxyt Fold.

A expectativa surgiu após uma entrevista de Koh Dong-jin a outro periódico da Coreia do Sul. Ele é chefe da divisão de smartphones da Samsung e cravou que o aparelho chegaria ao mercado em julho deste ano.

Agora, segundo o The Korean Herald, os planos não são tão assertivos assim. “Se nós realmente fôssemos ter um evento de mídia neste mês, precisaríamos já ter algo agora. Nada está acontecendo desde o adiamento em abril”, informou um executivo ao jornal.

Problemas

O lançamento inicial do Galaxy Fold estava agendado para abril deste ano. Uma semana antes, a Samsung enviou modelos para jornalistas testarem e escreverem suas análises em antecipação ao lançamento.

Segundo site iFixit, problema está em abetura abaixo da tela na região do vinco (Foto: iFixit)

Entretanto, os aparelhos começaram a apresentar falhas na tela e de outras naturezas. Em uma análise (posteriormente retirada do ar), o site iFixit mostrou o chamado teardown do smartphone, mostrando-o por dentro e detalhando seus pontos fortes e fracos.

Diante dos problemas, a Samsung preferiu refazer o design do produto e prometeu uma nova data para “as próximas semanas”. Com um mês e meio de atraso, a fabricante ainda não fala nada sobre o lançamento.

Nos Estados Unidos, tanto a operadora AT&T quanto a varejista Best Buy já cancelaram os pedidos do aparelho feitos antecipadamente.

Fonte: The Korean Herald

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.