OnePlus Nord tem visual revelado na íntegra por executivo da marca

Por Felipe Junqueira | 14 de Julho de 2020 às 13h25
Reprodução/YouTube
Tudo sobre

Saiba tudo sobre OnePlus Nord

Ficha técnica

O anúncio do OnePlus Nord já está confirmado para o dia 21 de julho, mas talvez não sobre muita coisa para a empresa revelar realmente na data. Em uma entrevista especial concedida ao youtuber Marques Brownlee, Carl Pei, o cofundador da companhia, mostrou o design do aparelho e falou sobre o preço de algumas peças e da produção de um celular intermediário atualmente.

A entrevista, em inglês, é bem interessante para quem quer ter uma noção sobre a complexidade de construir um smartphone. São muitas peças, e um trabalho que exige atenção a todos os detalhes para que o máximo de componentes caibam em um espaço cada vez menor — apesar de as telas estarem em processo de crescimento.

Pei foi questionado sobre o custo de inclusão do conector P2 e explicou que a opção pela retirada desse recurso não é tanto pelo valor, mas sim pelo espaço. “As peças do conector P2 não custam tanto. O custo vem do design interno do aparelho, espaço que pode ser utilizado para outras coisas, como a bateria”, observou.

O cofundador da OnePlus também disse que, hoje em dia, o valor para a inclusão de um NFC não é tão alto, ficando em cerca de US$ 4 (aproximadamente R$ 22) para cada unidade do celular. Porém, antes de seguir listando preços de componentes, ele alertou que o preço final não deve levar em conta apenas a compra de materiais.

“Para entregar o smartphone ao consumidor, também temos custos de publicidade, marketing, custos operacionais, administrativos, equipe etc.”, enumerou. Muitos desses custos se dividem por unidade do aparelho, mas, para obter lucro real, a empresa precisa receber por venda mais do que apenas os custos com a produção daquele produto especificamente.

Pei também falou sobre a questão do IP68, que não possui uma agência específica para fazer a certificação. “É só uma série de padrões acordados pela indústria. "[Para o] IP68, por exemplo, é necessário que o aparelho sobreviva a um metro e meio de água por meia hora”, esclareceu.

De acordo com ele, os custos para garantir essa certificação dependem do volume de produção e até do tamanho da empresa em si, mas sua estimativa é que o OnePlus 8 Pro custe cerca de US$ 15 a mais (R$ 81) na produção por unidade para ter essa proteção. Isso inclui toda a vedação e os testes realizados no desenvolvimento do modelo.

Em relação ao display, a escolha entre AMOLED e LCD pode representar uma diferença de 100% do valor de uma para a outra. Um painel com a segunda tecnologia custa metade da primeira, e a distância pode ser ainda maior se a tela tiver laterais curvas.

Visual do OnePlus Nord

O visual final do OnePlus Nord (Imagem: Reprodução/YouTube)

Por fim, a entrevista encerrou com a revelação do design final do OnePlus Nord. Pei explicou que a empresa testou alguns protótipos antes de chegar à versão final, prática bastante comum na indústria. Como você pode notar, o Nord não é nenhum dos modelos mostrados na capa desta matéria, mas sim o aparelho da imagem acima.

Por fim, escolheram aquele com mais características comuns com o OnePlus 8: câmeras traseiras alinhadas na vertical e tampa traseira com uma leve curvatura nas laterais. Na frente, há de fato duas câmeras de selfie, que ficam em um buraco retangular que lembra o Galaxy S10+ e o Huawei P40. Talvez mais este segundo, por conta da posição, à esquerda de quem olha para a tela.

As especificações completas e o preço do OnePlus Nord serão revelados oficialmente no evento do dia 21 de julho, em evento online e em realidade aumentada. Isso, claro, se a própria empresa não acabar soltando mais informações ao longo desses sete dias até o lançamento.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.