OnePlus 10 pode chegar com chipset MediaTek Dimensity 9000

OnePlus 10 pode chegar com chipset MediaTek Dimensity 9000

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 03 de Janeiro de 2022 às 10h50
Danilo Berti

Próximo topo de linha acessível da marca, o OnePlus 10 pode destoar dos antecessores ao utilizar um chip diferente da variante Pro. Segundo o site MySmartPrice, em parceria com o leaker Yogesh Brar, o aparelho deve chegar equipado com o Dimensity 9000, solução mais poderosa já lançada pela MediaTek, em vez de empregar o Snapdragon 8 Gen 1 da Qualcomm que deve ser encontrado no OnePlus 10 Pro.

OnePlus 10 pode chegar com Dimensity 9000

As informações divulgadas pelo portal sugerem que o OnePlus 10 deve trazer o novo Dimensity 9000, primeiro chip da MediaTek a investir fortemente no segmento premium. A solução promete enfrentar o recém-anunciado Snapdragon 8 Gen 1, um posicionamento que a gigante chinesa não apresentava já há alguns anos, e teria como maior vantagem o preço menor, ponto que pode ter incentivado a OnePlus a tomar essa decisão.

Diferente dos antecessores, o OnePlus 10 pode ter diferenças mais significativas em comparação ao modelo Pro, com destaque para o uso do Dimensity 9000 (Imagem: WaqarKhanTech)

Ainda não há muitos detalhes sobre o OnePlus 10, mas o dispositivo pode ao menos compartilhar o design peculiar com a variante Pro. Yogesh também indica ter recebido detalhes de apenas um modelo da família, o que pode significar que o aparelho básico deve estrear ainda uma estratégia de lançamentos separados. O informante acredita que o telefone deve ser revelado no final do segundo trimestre, prazo em que o Dimensity 9000 começaria a chegar ao mercado.

A mudança teria o intuito de reposicionar o smartphone, que assumiria o posto antes ocupado pelo OnePlus 9R, modelo da geração anterior totalmente focado no custo-benefício. Outro motivo, que pode levar mais fabricantes a seguirem essa estratégia, seria algumas das vantagens de desempenho oferecidas pela plataforma da MediaTek em comparação ao novo Snapdragon, acentuadas pelo já citado preço mais baixo.

Chip tem vantagens sobre o Snapdragon 8 Gen 1

Anunciado em meados de novembro, o Dimensity 9000 marca a primeira investida agressiva da MediaTek ao segmento premium em anos, sendo ainda o primeiro processador do mundo a ser fabricado com a litografia de 4 nm da TSMC.

Munido dos núcleos Cortex-X2, A710 e A510, além da GPU Mali-G710, o componente promete oferecer desempenho de processamento notavelmente avançado, encarando não apenas o Snapdragon 8 Gen 1, como ainda o A15 Bionic da Apple.

Números oficiais e testes de analistas indicam que a aposta da MediaTek em tecnologias da TSMC rendeu bons frutos, entregando vantagens impressionantes, que atingem os 40% em eficiência energética. A GPU seria seu único ponto fraco, trazendo performance mais próxima de chips gráficos do ano passado, característica ainda respeitável apesar da distância frente à concorrência.

Fonte: MySmartPrice

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.