Mozilla encerra grupo que mantinha Firefox OS e decreta fim do sistema

Por Redação | 03 de Fevereiro de 2017 às 12h20
Tudo sobre

Mozilla

A Mozilla anunciou nesta quinta-feira (02) que está encerrando as atividades do grupo de "dispositivos conectados", responsável por manter o fracassado Firefox OS. Com o fim do grupo também se esgotam as esperanças de que o sistema pudesse algum dia ressuscitar.

Originalmente, a ideia da organização era que o Firefox OS se tornasse tão popular quanto o Android. Para isso, a empresa fechou acordos com fabricantes para que ele viesse pré-instalado de fábrica nos modelos de entrada. Apesar da ousadia, a investida foi malsucedida e os aparelhos criaram poeira nas vitrines e encalharam nos estoques.

Para não jogar a toalha na primeira tentativa fracassada, a Mozilla repensou o projeto em 2015 e voltou ao mercado mirando nos smartphones mais potentes. Deu errado, de novo. Finalmente, a empresa resolveu desencanar dos dispositivos móveis e focar seus esforços em Smart TVs e em equipamentos de Internet das Coisas. E olha só, deu errado de novo.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

Apesar de estar longe dos radares desde setembro do ano passado, algumas pessoas ainda torciam pelo retorno do Firefox OS - esperança que evaporou depois do noticiado pela CNET. De acordo com o portal, cerca de 50 pessoas, incluindo o chefe da divisão de dispositivos conectados Ari Jaaksi, receberam as contas e estão arrumando suas mesas na Mozilla.

Ao Verge, a organização confirmou as demissões e disse que agora o foco é investir esforços na pesquisa de novas tecnologias para dispositivos conectados em detrimento do lançamento de produtos comerciais.

Fonte: CNET, The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.