Melhores smartphones intermediários (agosto/2019)

Por Pedro Cipoli | 19 de Agosto de 2019 às 22h40

Um bom aparelho intermediário entrega resultados equilibrados. Ele não surpreende em nada, porém também não te deixa na mão com facilidade. Separamos alguns modelos que se encaixam nesse segmento que costuma flutuar entre R$ 1.000/1.500 para que você escolha o que melhor se encaixa com seu perfil de uso — portanto consulte essa lista na ordem que quiser (não ordenamos por preço nenhum dos modelos, justamente pelo “empate” que ocorre na variação de preço loja-a-loja deles).

Motorola Moto G7 Power

Duração de bateria sempre é bem-vinda, e dentro da linha “Moto G” deste ano o G7 Power entrega exatamente o esperado para seu nome. Sua tela e câmera não podem ser considerados itens “atraentes”, porém devem ser suficientes para boa parte dos usuários.

Diferente do ocorrido em gerações passadas, o desempenho do “Power” dessa geração não fica muito abaixo do esperado para um intermediário normal; logo, quem optar por mais bateria não terá “punições” no uso normal do aparelho (ou seja, que leva mais energia não perde muito no processamento nesse caso).

Link do Moto G7 Power com o menor preço

Xiaomi Mi 8 Lite

Muito querido pelos entusiastas do custo-benefício temos no Mi 8 Lite uma referência ao nome de um topo de linha, porém aqui encerram-se as semelhanças. Este modelo é um intermediário e sua maior força justamente se aplica no preço competitivo aliado ao desempenho estável de seu chip e kit geral.

Existe alguma confusão sobre seu processador pertencer a um nível “acima” do que realmente entrega, tido por alguns como “topo de linha”. Isto não é verdade, mesmo com o Mi 8 Lite entregando um pouco mais de potência que boa parte dos intermediários que competem em seu preço. Suas câmeras também entram nessa questão (são boas, porém impossíveis de serem comparadas com os “Mi” topo de linha).

Link do Xiaomi Mi 8 Lite com o menor preço

Samsung Galaxy A7 (2018)

Inicialmente lançado com preço fora da realidade, o A7 de 2018 finalmente estacionou num patamar de preço compatível com o que entrega (mais que isso, destacando-se dos outros intermediários por suas câmeras com grande versatilidade).

Nota importante: o A7 é um intermediário e não produzirá imagens “topo de linha”, porém dentro das opções dessa lista destaca-se pela versatilidade. Isso literalmente significa que o modelo consegue (dentro das suas limitações) entregar dois tipos de fotografia diferentes com seu conjunto de câmeras múltiplas, sendo fotos “normais” e “panorâmicas” as opções.

Link do Galaxy A7 com o menor preço

Xiaomi Mi Max 3

Para amantes de telas gigantes, o Mi Max 3 passa a ser uma opção de bom intermediário com sua queda natural de preço, entregando quase sete polegadas de tela (num corpo igualmente enorme).

Se você busca levar um pequeno “tablet” no bolso que faz ligações e segue disfarçado de telefone, o Mi Max 3 atende a proposta com chip atualizado para entregar virtualmente o mesmo desempenho dos outros aparelhos dessa lista. Uma nota importante fica para a bateria enorme do aparelho - 5500 mAh - sem dúvidas a mais poderosa entre os aparelhos que citamos até agora.

Link do Mi Max 3 com o menor preço

Motorola Moto G6 Plus

Investir em um aparelho da geração passada é um bom método para economizar uns trocados ao comprar smartphones. No caso do G6 Plus temos o que havia de “melhor” para a linha G6 no lançamento; logo, “ainda dá um bom caldo” para 2019.

Apesar do processamento dos G6 não ser muito acima do encontrado no segmento quando ele chegou ao mercado , o “Plus” pferece um nível mais interessante de desempenho. A diferença na câmera principal também é grande, e quem optar pelo modelo não deve ter decepções. Mas cuidado para não levar o G6 normal por engano; afinal, o aparelho dessa lista é o G6 “Plus ” (e acredite, a diferença é muito grande).

Link do Moto G6 Plus com o menor preço

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.