Exynos 2200 deve decepcionar quem espera rival para o Snapdragon 8 Gen 1

Exynos 2200 deve decepcionar quem espera rival para o Snapdragon 8 Gen 1

Por Eduardo Moncken | Editado por Wallace Moté | 27 de Dezembro de 2021 às 11h20
LetsGoDigital

E parece que 2022 pode ser mais um ano para o qual a Samsung promete muito, mas não entrega tudo isso: o Exynos 2200 foi colocado em um pedestal por embutir tecnologia de GPU da AMD, mas os números vazados mostram ganhos muito pequenos de desempenho em relação ao chip dos Galaxy S21.

Um insider aponta que após um esforço de cooperação entre Samsung e a AMD, o ganho de processamento aumentou 5% em relação ao Exynos 2100. Se confirmado, o ganho em performance seria quase nulo.

Sobre vídeo, a GPU teria ficado 17% mais potente. Esta é a maior aposta do chip para 2022, já que pela primeira vez a Samsung está se aliando à AMD para esta área. Se o ganho for apenas neste nível, o resultado pode ser frustrante, já que era esperado um grande salto com a chegada da nova parceira.

Assim, parece que a linha Galaxy S22 fique para trás de celulares com os Snapdragon 8 Gen 1 e Dimensity 9000. Se o chip não for um rival à altura, a Samsung poderá ver uma parcela de usuários evitando seus flagships por isso.

Uma boa notícia seria o avanço em inteligência artificial: ele seria 117% mais capaz que o do Exynos 2100. Faz sentido um investimento massivo nessa parte, já que estamos lendo que algumas funções de câmera da linha Galaxy S22 devem apostar fortemente em algoritmos de otimização para se destacar.

Samsung e semicondutores

Se o desempenho inferior for culpa da Samsung, o problema pode estar na cadeia de produção do chip em suas plantas.

Estamos ouvindo que a Qualcomm, que monta o Snapdragon 8 em fábricas da Samsung, deve migrar em breve. A empresa estaria insatisfeita com o baixo rendimento do processo de montagem da sul-coreana — por isso pode partir para a TSMC já nos primeiros meses de 2022.

Vale lembrar, os Galaxy S22 devem ser apresentados no final de janeiro, ou começo de fevereiro. É quando veremos realmente o potencial do Exynos 2200.

Fonte: Twitter

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.