Código-fonte do Android Q revela que Pixel 4 terá uma lente teleobjetiva

Por Rafael Rodrigues da Silva | 08 de Julho de 2019 às 08h21
Shivam 'C' Pandya
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

Vazamentos recentes já mostraram que, pela primeira vez, o próximo smartphone da linha Pixel, da Google, terá mais do que uma única câmera traseira — e uma análise do código-fonte do novo app de câmera pode ter revelado um pouco mais sobre o que será essa lente adicional.

O XDA Developers analisou o código da versão 6.3 do aplicativo de câmera do beta 5 do Android Q e descobriu a linha “SABRE_UNZOOMED_TELEPHOTO”. O site afirma que “Sabre” é o nome dado internamente pela Google para a ferramenta Super Res Zoom do Pixel 3, que permite efetuar um zoom digital com uma qualidade praticamente igual ao de um zoom óptico de 2x encontrado na maioria dos smartphones com mais de uma câmera.

O XDA também encontrou alguns IDs referentes a novos sensores da câmera na versão 6.3 do app, um referente a uma lente teleobjetiva e outro a um sensor infravermelho frontal. Assim, junto com a linha de código encontrada, é praticamente possível confirmar que a segunda câmera traseira do Pixel 4 será mesmo uma teleobjetiva — o que deverá decepcionar aqueles que esperavam a adição de uma grande angular para fotos panorâmicas.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Código no app do Android Q que fala sobre uma lente teleobjetiva (Imagem: XDA Developers) 
Lista de IDs do app de câmera falam sobre a lente teleobjetiva e um novo sensor infravermelho frontal (Imagem: XDA Developers)

Já o ID referente a um sensor frontal pode ser um indício de que o aparelho virá com um sistema de reconhecimento facial para destravamento da tela igual ao já existente nos iPhones. E, como a foto do Pixel 4 publicada pela Google recentemente não mostra nenhum sensor biométrico no aparelho, com a descoberta desse sensor infravermelho frontal é possível que o único sistema de destravamento inteligente que existirá nele seja o de reconhecimento facial.

Além dessas descobertas, também foi encontrado um código que sugere uma melhoria no algoritmo Night Sight da Google, que permite aos usuários tirarem fotos com qualidade até mesmo em ambientes com pouca luz. Os códigos encontrados foram o “getOptimize_sky” e “setSky_segmentation_gpu”, o que pode significar que a nova versão da função permitirá tirar fotos de melhor qualidade em situações de pouca luz.

O lançamento do Pixel 4 é esperado para o mês de outubro, e desta vez a Google já avisou que está mirando uma competição direta com os mais recentes aparelhos da Apple e da Samsung, o que significa que os novos modelos do Pixel terão especificações dignas de aparelhos de ponta.

Fonte: PhoneArena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.