BLU chega ao Brasil trazendo o VIVO XI+

Por Redação | 06 de Setembro de 2018 às 12h00 PUBLIEDITORIAL
Tudo sobre

BLU

Saiba tudo sobre BLU

Ver mais

A BLU Products anunciu sua chegada oficial ao Brasil com o Vivo XI+, seu smartphone de topo de linha mas com precificação de produto de médio porte. Previsto para ser lançado no Brasil nas próximas semanas, o dispositivo estará disponível por meio de loja autorizada e também pelos marketplaces oficiais da marca na Amazon, Mercado Livre e outros. O preço inicial é de R$ 1.299 para o modelo com 64 GB de armazenamento e R$ 1.599 pela versão com 128 GB.

Um dos destaques da BLU na chegada ao país, além da promessa de alto desempenho e boa autonomia de bateria por um preço mais baixo, são as condições de garantia. Além dos 12 meses tradicionais contra defeitos de fabricação, os smartphon es da marca também contam com uma cobertura de seis meses contra telas quebradas, sem custos adicionais para os usuários.

Esse cuidado também é evidenciado pelo fato de o dispositivo acompanhar não apenas os acessórios tradicionais, como cabos, carregadores e fones de ouvido, mas também películas protetoras e capinhas. No pacote padrão do Vivo XI+, estão duas cases, uma lisa e outra estampada, além de um protetor para o display que deve ser aplicado pelo próprio comprador.

Vivo XI+ chega ao Brasil em versões prata e preta, além de opções com 64 GB e 128 GB de armazenamento (Imagem: Divulgação/BLU)

O Vivo XI+ tem tela de 6,2 polegadas e aspecto 19:9, o que faz com que o dispositivo seja mais alongado na vertical, possuindo um notch em sua parte superior. A resolução é de 2246 x 1080 pixels, enquanto, na parte de dentro, está um processador Mediatek Helo P60 octa core, com 2 GHz, trabalhando ao lado de 4 GB ou 6 GB de memória RAM, de acordo com a versão escolhida. A câmera frontal é de 16 megapixels e possui flash, enquanto, na traseira, há uma dupla de sensores com 16 MP e 5 MP. Além da já citada memória interna, o dispositivo tem suporte a cartão SD de até 128 GB.

A BLU cita as margens estreitas de seu dispositivo como um de seus principais destaques, ao lado do display FHD+. Aos moldes dos principais smartphones de topo de linha, o Vivo XI+ tem uma tela que toma conta de praticamente toda a parte da frente do aparelho, ocupando 81% do espaço, mas tendo a resistência necessária para sobreviver a choques. A presença do Gorilla Glass 3 evidencia ainda mais o foco no display, que segundo a fabricante, é capaz de sobreviver a quedas até duas vezes maiores que os concorrentes da categoria.

A empresa também dá destaque especial às câmeras, que na parte traseira, têm foco à laser e é capaz de capturar quatro vezes mais luz que os aparelhos da categoria. O modo panorama, por exemplo, também está disponível no sensor de selfies, enquanto ferramentas de otimização e melhoria de imagem realizam os ajustes de contraste, cores e embelezamento de rosto tanto em imagens individuais quanto em grupo. O BLU VIVO XI+ será o primeiro smartphone Android no Brasil a ter um desbloqueio facial por infra-vermelho real (o único outro dispositivo com essa tecnologia atualmente é o iPhone X).

Pacote do Vivo XI+ chama a atenção por trazer cases e películas, além dos acessórios tradicionais (Imagem: Divulgação/BLU)

Com representação oficial pelas mãos da NoteTec, a BLU também disponibilizará o BLU-CARE, se tornando a primeira empresa do Brasil a fornecer uma experiência de assistência técnica otimizada. Segundo a companhia, os dispositivos com problemas de fabricação que surgirem dentro de seu primeiro ano de uso serão substituídos por um novo, de forma a evitar problemas para os clientes, enquanto as telas quebradas serão trocadas dentro do primeiro semestre. Basta o envio da unidade para a loja onde a compra foi efetuada para que o processo seja realizado.

No mercado internacional, a BLU cita o Vivo XI+ como seu maior lançamento e, justamente, por isso, esse foi o selecionado para a chegada da marca ao Brasil. A companhia cita o preço como seu principal diferencial, afirmando que os recursos do smartphone só podem ser encontrados em dispositivos que custam, em nosso país, a partir de R$ 3 mil. Foi isso, afirma, em comunicado oficial, que a tornou a líder em aparelhos de baixo custo e alta performance nos EUA, um título que, agora, a empresa deseja ter por aqui também.

Fonte: BLU

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.