Disney declara guerra contra bonecos falsificados do Bebê Yoda

Por Claudio Yuge | 12 de Fevereiro de 2020 às 18h55
disney

Se você não esteve fora do planeta nos últimos meses, deve saber que o Bebê Yoda (oficialmente chamado de “The Child”) foi um dos grandes hits da série Mandalorian, do novo serviço de streaming Disney+. Tão logo a fofa criaturinha do universo de Star Wars ganhou o coração dos internautas nas redes sociais, não demorou a surgirem bonecos para venda. Porém, a maioria não possui o licenciamento oficial da casa do Mickey, dona da franquia.

Por enquanto, os únicos mimos com a bênção da companhia são os de tamanho real da Sideshow Collectibles, que começou a pré-venda e deve entregar as unidades somente em agosto. Entretanto, a empresa gringa de artesanato Etsy, muito esperta, havia espalhado a notícia que estaria comercializando vários produtos relacionados ao Baby Yoda neste início de ano — sua loja online está repleta de canecas, miniaturas, camisetas e outros itens, tudo sendo entregue por aí.

Imagem: Reprodução/Etsy

São nada menos que 1,5 mil produtos listados apenas na Etsy, com apelidos “juridicamente ambíguos”. Esses objetos aparecem como “Baby Alien”, “The Child” e “Baby Yoda” mesmo, mas sempre com algum complemento que possa caracterizá-los como nomes compostos, por exemplo. Tudo, claro, para evitar violações de marca registrada da Disney.

Multas podem chegar a US$ 150 mil

Contudo, a gigante do entretenimento começou a registrar inúmeras reclamações de quebra de propriedade intelectual, o que deve resultar na exclusão da linha disponibilizada pela Etsy — que, embora ainda não tenha comentado o caso, aparentemente não espera que seus negócios, considerados pequenos, venham prejudicar a Disney.

Mas tanto a Etsy quanto outros comerciantes flagrados com itens relacionados ao Baby Yoda vêm sendo “convidados” a interromper esses negócios nos Estados Unidos e as multas variam de US$ 750 a US$ 30 mil. Uma infração considerada “deliberada e intencional” pode chegar a US$ 150 mil, segundo a Bloomberg.

Imagem: Reprodução/Etsy

Nesta quarta-feira (12), os produtos do Baby Yoda continuavam sendo oferecidos na loja online da Etsy, sem contar os milhares de itens piratas que estão por aí, longe dos olhos da Disney. Bem, ao que parece, será difícil a companhia fiscalizar tanta gente — o jeito mesmo é trazer logo as mercadorias oficiais, nas mais variadas versões e preços, para as prateleiras.

Fonte: CBR  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.