Boneca Russa | 3 teorias que explicam acontecimentos da série indicada ao Emmy

Boneca Russa | 3 teorias que explicam acontecimentos da série indicada ao Emmy

Por Natalie Rosa | 04 de Setembro de 2019 às 12h58
Divulgação: Netflix

Em fevereiro deste ano, fomos agraciados com a primeira temporada da série Boneca Russa na Netflix, protagonizada por Natasha Lyonne, mais conhecida pelo seu papel em Orange Is The New Black.

A série, que é produzida por Lyonne ao lado de ninguém menos que Amy Poehler e Leslye Headland, retrata uma história que deixou todo mundo confuso. Foi preciso quebrar muito a cabeça durante o passar dos episódios para entender o que estava acontecendo.

Atenção, este texto pode conter spoilers de Boneca Russa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Basicamente, Boneca Russa mostra a vida de Nadia Vulvokov, uma engenheira de software que, no dia de seu aniversário, morre atropelada. Parece até que essa premissa é o fim da história, mas ironicamente a sua vida está longe de acabar.

Nadia acaba voltando a momentos antes do atropelamento, na sua festa de aniversário, e, por mais que dessa vez ela não seja atropelada, acaba morrendo de alguma forma. Por sempre voltar ao mesmo instante, ela passa dias tentando não só evitar a sua morte a todo custo, como também entender o que está acontecendo.

A série foi renovada para a sua segunda temporada, mesmo que o final tenha sido satisfatório, deixando as dúvidas sobre o acontecido um pouco mais supridas. No entanto, enquanto esse lançamento não acontece, o tema merece não sair de pauta, afinal ela foi indicada ao Emmy 2019 de Melhor Roteiro em Série Cômica, Melhor Atriz, Melhor Série Cômica e Melhor Elenco em Série de Comédia.

Clifford Pickover, doutor em biofísica molecular da Universidade Yale, nos Estados Unidos, explicou ao site BBC três possíveis teorias para os acontecimentos da série. Ele explica as hipóteses junto com pesquisadores do laboratório Thomas J. Watson, da IBM, com base em experimentos realizados com inteligência artificial e computação quântica.

Teoria 1: Multiversos

Imagem: Divulgação/Netflix

A vida de Nadia parece estar empacada, mas o resto do mundo não. Em um dos episódios, a personagem vê uma laranja podre e começa a indagar sobre a possibilidade de estar vivendo em um mundo de quatro dimensões, dizendo que os computadores fazem isso a todo tempo.

Pickover explica que "todos os passados e futuros alternativos são reais, cada um deles representando o universo em si mesmo", sendo possível que a série faça referências em universos desconhecidos baseadas em interpretações da teoria quântica.

Teoria 2: A Teoria do Caos

Imagem: Divulgação/Netflix

A Teoria do Caos, como explica Pickover, estuda áreas como física, mecânica e matemática, sugerindo ainda que sistemas naturais possuem uma alta sensibilidade às condições iniciais e que esses sistemas podem ser alterados por pequenos acontecimentos que, a primeira vista, parecem ser insignificantes.

Ele explica dizendo que se um dia uma pessoa acordar uma hora mais cedo, toda a sua vida pode mudar completamente e de maneira imprevisível. Esta teoria pode ser levada em conta se pensarmos no que aconteceria se ela nunca tivesse atravessado a rua na primeira vez.

Teoria 3: Viagens no tempo

Imagem: Divulgação/Netflix

O doutor finaliza dizendo que a viagem no tempo é uma possibilidade para os acontecimentos, desde que um universo separado fosse criado, o que seria algo existente com base em alguns conceitos. No universo atual, qualquer volta ao passado ou ida ao futuro geraria algumas interferências no presente.

Vale reforçar que, como diz o especialista, todos os conceitos são hipotéticos. Você pode tirar as suas próprias conclusões assistindo à primeira temporada de Boneca Russa, disponível na Netflix.

Fonte: BBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.