Uber começa a testar verificação de antecedentes criminais de motoristas nos EUA

Por Natalie Rosa | 13 de Julho de 2018 às 17h49

A Uber está começando a fazer a checagem frequente de antecedentes criminais dos seus motoristas, segundo informações fornecidas pela empresa ao site Axios. A companhia diz ter fechado parceria com duas empresas que fazem o serviço nos Estados Unidos: a Checkr e Appriss.

Nos últimos anos, desde o seu surgimento, a Uber vem enfrentando problemas com o mal comportamento de motoristas, causando desconforto e medo nos passageiros.

De acordo com a empresa, os dados de um motorista serão verificados em tempo real e a Uber será notificada caso haja alguma acusação criminal. Então, cabe ao aplicativo de caronas decidir se ele será suspenso do serviço ou não.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Os testes do sistema começaram a ser feitos no início de julho em uma pequena quantidade de motoristas nos Estados Unidos, levando a um total de 25 motoristas removidos do aplicativo até então.

O processo de verificação já era feito pela empresa, mas apenas de forma anual. A Uber não informou à fonte se há previsão de quando, ou se, a checagem regular será expandida para outros países.

Fonte: Axios

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.