Novo golpe no WhatsApp promete 20 GB de internet grátis

Por Jessica Pinheiro | 30 de Julho de 2018 às 12h55
Reprodução

Um novo golpe que está circulando pelo WhatsApp oferecendo até 20 GB de internet grátis por até 60 dias para usuários de qualquer operadora de telefonia móvel foi detectado pelo laboratório de cibersegurança da PSafe. De acordo com o IBGE, mais de 69% da população brasileira está se conectando à internet via smartphone, o que leva os cibercriminosos a se aproveitarem desse fato para atraírem a atenção das pessoas.

A cilada foi acessada 45 vezes por minuto, chegando a 2.600 acessos somente em sua primeira hora circulando — a medição foi feita a partir do aplicativo da empresa de segurança digital, que bloqueou todas as tentativas do golpe. A tramoia funciona da seguinte forma: o usuário clica no link e é direcionado a uma página em que lhe é informado que foi selecionado para ganhar até 20 GB de internet. No mesmo site, é mostrado um número fictício de quantidade de pacotes grátis disponíveis para habilitação.

(Imagem: PSafe)

Nesta página, o usuário é orientado a responder três perguntas: “Quantos dias de internet gratuita você deseja ativar?”; “Quantos GB você gostaria de receber de sua operadora?”; “Qual rede você gostaria de ativar?”. Respondendo a essa última, a pessoa é informada que, para ativar o pacote gratuito de 20 GB, ela deverá compartilhar o link com mais três amigos e grupos no WhatsApp.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Quando essa etapa é concluída, a suposta oferta da internet móvel promete estar disponível em até cinco minutos para o usuário; porém, surge uma página de alerta no celular da vítima, informando que ocorreram possíveis problemas no celular e que, para resolver, é necessário fazer o download de aplicativos duvidosos.

Vale ressaltar que é preciso tomar cuidado com esses links compartilhados, bem como para o download de aplicativos por sites terceiros e pedidos de senhas e dados pessoais em sites e serviços que não são oficiais. A recomendação de sempre é instalar um aplicativo de segurança que traz a função antiphishing para proteger os seus dispositivos e sempre desconfiar de ofertas assim, principalmente quando elas parecerem boas demais para ser verdade.

Fonte: PSafe

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.