Malware usa bot para desviar de defesas do Windows

Por Wagner Wakka | 21 de Junho de 2018 às 09h18

Com o avanço das produções, também, infelizmente, acontece o avanço de produtos maliciosos. Isso é o que acontece com os bots. Criados para otimizar funções automáticas do dia a dia, este mecanismo também podem carregar malwares.

Um pesquisador do Deep Instinct chamado Tom Nipravsky descobriu um programa malicioso chamado Mylobot, que é construído em cima de um complexo bot que infecta computadores com Windows e, por processos de inteligência artificial, consegue enganar mecanismos de detecção e proteção, como antivírus.

O programa consegue instalar desde trojans até preparar a máquina para colaborar com ataques DDoS, em que um hacker derruba um site com uma quantidade absurda de acessos, bem acima que seu servidor é capaz de lidar.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

De acordo com o pesquisador, a praga é capaz de utilizar técnicas evasivas para fugir de programas de detecção por trabalhar com criptografia. O malware pode permanecer despercebido no aparelho por cerca de duas semanas, sem modificar nada no computador, apenas avaliando o sistema.  

Apesar de tudo isso, Nipravsky dá uma boa notícia: o programa ainda é limitado a algumas poucas máquinas e não é facilmente empilhável, o que pode fazer com que o malware não chegue forte no mercado.

Fonte: TechRadar

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.