Fita adesiva e além | Como proteger a câmera do seu notebook contra hackers

Por Natalie Rosa | 06 de Julho de 2019 às 17h00
Reprodução

Câmeras de notebooks e webcams podem ser alvos de pessoas maliciosas, e quanto a isso não há dúvida. Hackers podem visualizar o que está acontecendo do outro lado da tela, fazer gravações e utilizar como material para fazer chantagem, entre diversos outros fins.

Ninguém gosta de ter a sua privacidade invadida, por isso até mesmo o próprio CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, usa uma fita adesiva na câmera do seu notebook por saber dos riscos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

As espionagens, hoje, podem ser feitas com a instalação de um software oculto no computador, malwares em dispositivos móveis, entre variadas outras formas. Recentemente, a empresa Mi-Cam, que trabalha com monitores para bebês, descobriu que 50 mil dispositivos eram vulneráveis a ataques fáceis de fazer, permitindo que cibercriminosos pudessem espionar tudo com a câmera no quarto dos pequenos.

Notebook de Mark Zuckerberg com câmera coberta (Imagem: Reprodução)

Para prevenir que este tipo de espionagem aconteça, alguns métodos de prevenção práticos podem ser feitos. A empresa oMelhorTrato.com, que incentiva os funcionários a se manterem seguros, compartilha algumas destas dicas:

1- A fita, sempre ela

O método mais clássico é o de colar uma fita adesiva em cima da câmera, e que não seja transparente, claro. O único problema é que, na hora de retirar, pode deixar resíduos de cola na lente e prejudicar um pouco a imagem, além de ser trabalhoso repetir esse processo sempre. Mas, tudo vale a pena quando se fala de segurança, não é mesmo?

Protetor de câmera de notebook (Imagem: Reprodução)

2- Usar um protetor de câmera para notebook

Se você não quiser improvisar com a fita adesiva, pode optar por protetores de câmera para notebooks. Eles são, geralmente, feitos de plástico e são grudados sobre a lente do notebook, contando com uma peça que é facilmente removida na hora em que desejar usar a câmera.

Protetor de câmera de notebook (Imagem: Reprodução)

3- Desativar a câmera

Uma boa opção para quem nunca usa a câmera é desativá-la no sistema operacional. No Windows 10 ou 8, busque por "Configurações de privacidade da câmera" e em "O acesso à câmera deste dispositivo está ativado" clique em "Alterar e depois mude a chave para "Desativado". Em versões anteriores as opções podem ser buscadas no Painel de Controle.

No Mac, vá em "Preferências do sistema", "Segurança e Privacidade", "Privacidade" e "Câmera" para poder desmarcar os programas que podem ter acesso a sua câmera.

4- Desativar na BIOS

Quem deseja uma privacidade completa de vídeo e áudio pode desativar a câmera na BIOS, desligando a entrada "Câmera web", "Câmera integrada" ou "CMOS da câmera". Apenas modelos de computadores podem receber essa alteração, aqueles em que as webcams integradas usam o mesmo módulo em placa que o microfone.

5- Smartphones

Nos smartphones, a dica é evitar redes de Wi-Fi gratuitas, sempre ter um bom antivírus e evitar entrar em links e sites que não aparentam ser seguros. Além disso, em aparelhos Android, aquela luz na parte frontal do aparelho que indica que a câmera está em uso não é sempre confiável. Pesquisas já mostraram que os hackers podem acessar a câmera sem que essa luz seja ativada.

Com informações

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.