Fita adesiva e além | Como proteger a câmera do seu notebook contra hackers

Por Natalie Rosa | 06 de Julho de 2019 às 17h00
Reprodução

Câmeras de notebooks e webcams podem ser alvos de pessoas maliciosas, e quanto a isso não há dúvida. Hackers podem visualizar o que está acontecendo do outro lado da tela, fazer gravações e utilizar como material para fazer chantagem, entre diversos outros fins.

Ninguém gosta de ter a sua privacidade invadida, por isso até mesmo o próprio CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, usa uma fita adesiva na câmera do seu notebook por saber dos riscos.

As espionagens, hoje, podem ser feitas com a instalação de um software oculto no computador, malwares em dispositivos móveis, entre variadas outras formas. Recentemente, a empresa Mi-Cam, que trabalha com monitores para bebês, descobriu que 50 mil dispositivos eram vulneráveis a ataques fáceis de fazer, permitindo que cibercriminosos pudessem espionar tudo com a câmera no quarto dos pequenos.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Notebook de Mark Zuckerberg com câmera coberta (Imagem: Reprodução)

Para prevenir que este tipo de espionagem aconteça, alguns métodos de prevenção práticos podem ser feitos. A empresa oMelhorTrato.com, que incentiva os funcionários a se manterem seguros, compartilha algumas destas dicas:

1- A fita, sempre ela

O método mais clássico é o de colar uma fita adesiva em cima da câmera, e que não seja transparente, claro. O único problema é que, na hora de retirar, pode deixar resíduos de cola na lente e prejudicar um pouco a imagem, além de ser trabalhoso repetir esse processo sempre. Mas, tudo vale a pena quando se fala de segurança, não é mesmo?

Protetor de câmera de notebook (Imagem: Reprodução)

2- Usar um protetor de câmera para notebook

Se você não quiser improvisar com a fita adesiva, pode optar por protetores de câmera para notebooks. Eles são, geralmente, feitos de plástico e são grudados sobre a lente do notebook, contando com uma peça que é facilmente removida na hora em que desejar usar a câmera.

Protetor de câmera de notebook (Imagem: Reprodução)

3- Desativar a câmera

Uma boa opção para quem nunca usa a câmera é desativá-la no sistema operacional. No Windows 10 ou 8, busque por "Configurações de privacidade da câmera" e em "O acesso à câmera deste dispositivo está ativado" clique em "Alterar e depois mude a chave para "Desativado". Em versões anteriores as opções podem ser buscadas no Painel de Controle.

No Mac, vá em "Preferências do sistema", "Segurança e Privacidade", "Privacidade" e "Câmera" para poder desmarcar os programas que podem ter acesso a sua câmera.

4- Desativar na BIOS

Quem deseja uma privacidade completa de vídeo e áudio pode desativar a câmera na BIOS, desligando a entrada "Câmera web", "Câmera integrada" ou "CMOS da câmera". Apenas modelos de computadores podem receber essa alteração, aqueles em que as webcams integradas usam o mesmo módulo em placa que o microfone.

5- Smartphones

Nos smartphones, a dica é evitar redes de Wi-Fi gratuitas, sempre ter um bom antivírus e evitar entrar em links e sites que não aparentam ser seguros. Além disso, em aparelhos Android, aquela luz na parte frontal do aparelho que indica que a câmera está em uso não é sempre confiável. Pesquisas já mostraram que os hackers podem acessar a câmera sem que essa luz seja ativada.

Com informações

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.