Dia Mundial da Senha | Quais as mais usadas e como se proteger melhor?

Por Claudio Yuge | 06 de Maio de 2021 às 14h54
Pixabay

Você sabia que hoje é o Dia Mundial da Senha? Pois é, em 2013, o pesquisador de segurança Mark Burnett incentivou a criação de uma data anual para lembrar as pessoas sobre a importância das senhas. Desde então, sempre lembramos algumas dicas, atualizamos as informações sobre a geração de combinações e, claro, reforçamos ações importantes para sua privacidade e segurança.

De acordo com a empresa de serviços de segurança da informação ISH Tecnologia, uma pesquisa realizada no ano passado revelou que 73% das senhas mais usadas do mundo podem ser quebradas em menos de um segundo por um invasor experiente. Já o instituto britânico National Cyber Security Centre mostrou que 23,2 milhões de pessoas insistiam em “123456” em 2020, tornando a "combinação" mais usada do planeta.

E você, costuma usar algo muito simples assim? Veja abaixo o ranking das dez senhas mais utilizadas em 2020:

  1. 123456
  2. 123456789
  3. QWERTY (as seis primeiras letras do teclado)
  4. Senha (ou o equivalente em outras línguas)
  5. 12345
  6. qwerty123
  7. 1q2w3e
  8. 12345678
  9. 111111
  10. 1234567890

Outras combinações frequentes são as de datas de aniversários — as suas e de parentes próximos — e expressões populares, a exemplo de “iloveyou”, “euteamo”, “admin”, entre outras. "Milhões de pessoas ainda usam senhas genéricas e fracas porque não entendem que uma senha forte é uma das medidas mais importantes para aqueles que querem estar seguros online", diz Leonardo Camata, especialista em segurança da informação da ISH Tecnologia.

Dicas para criar uma senha forte e se manter protegido

  • Evite usar a mesma combinação para todos os seus principais serviços. Se houver um grande vazamento, como já aconteceu algumas vezes neste ano, fica fácil para um golpista apenas tentar o acesso com essa credencial em todo tipo de plataforma;
  • Use um gerenciador de senhas confiável ou anote-as em algum lugar físico que só você tenha acesso;
  • Evite usar combinações que possam estar evidentes em informações espalhadas em redes sociais ou outros perfis seus na web;
  • Use programas como o “Have I Been PwnedK?” (https://haveibeenpwned.com/) ou o próprio sistema de checagem do Chrome (chrome://settings/passwords) e do Gmail (https://myaccount.google.com/)para saber se alguma senha foi comprometida e, em caso afirmativo, troque imediatamente;
  • Responda às “Perguntas de Segurança” propositalmente com informações falsas;
  • Altere suas senhas regularmente. Quanto mais sensíveis são seus dados, mais frequentemente você deve alterar sua senha;
Imagem: Reprodução/Pixabay
  • Use um mínimo de 10 caracteres. Inclua uma mistura de números, letras maiúsculas, letras minúsculas e símbolos para dificultar a quebra da senha;
  • Pense em três palavras aleatórias, um aniversário e misture as informações, como nesse exemplo: Mosquito + Cadeira + Vermelho + 01/01/1990 = [email protected];
  • Escolha uma frase que você provavelmente não esquecerá, como "quando eu inha 15 anos, eu fiz a minha primeira viagem internacional". Em seguida, use as primeiras letras, adicione os números e pontuação para fazer "qEt15,efampvi";
  • Ative a autenticação de dois fatores sempre que possível;
  • Lembre-se sempre de sair (logoff) de sites e dispositivos assim que terminar de usá-los.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.