Contratado da Marinha dos EUA é acusado de roubar dados sobre drone subaquático

Por Natalie Rosa | 12 de Julho de 2018 às 22h40
photo_camera Reprodução

O engenheiro elétrico Jared Sparks, contratado pela Marinha dos Estados Unidos, pode ser preso por ter coletado informações confidenciais sobre drones subaquáticos que estavam sendo desenvolvidos de forma secreta na empresa na qual trabalhava anteriormente. Ele teria ainda carregado os documentos em sua conta pessoal do Dropbox.

Sparks, de 35 anos, foi considerado culpado nesta semana pelas acusações de roubo e troca de segredo comercial em um tribunal federal de Connecticut. O engenheiro foi acusado ainda em novembro de 2016 ao lado de outro profissional que já estava na Marinha dos EUA desde 2011, e que teria trabalhado ao seu lado em outra empresa, a LBI, fabricante de sistemas navais.

"No decorrer do seu trabalho na LBI, Sparks colaborou com a Charles River Analytics, uma empresa de software com sede em Massachussets que desenvolveu o software para ser integrado aos veículos submarinos não tripulados da LBI", contam os oficiais de justiça.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Antes de sair da LBI, Sparks teria salvo em sua conta do Dropbox documentos importantes, como fotos do projeto e renderizações utilizadas para a fabricação de veículos e boias subaquática não tripuladas da fabricante.

Mesmo com a parceria no roubo, Sparks é o único considerado culpado no caso e pode pegar até 60 anos de prisão.

Fonte: New York Post

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.