AT&T é processada por vender dados de localização de seus clientes a terceiros

Por Natalie Rosa | 17 de Julho de 2019 às 08h27
NBC News

A Electronic Frontier Foundation, organização sem fins lucrativos californiana que garante os direitos digitais da população, está processando a operadora de telefonia AT&T por vender dados de localização de seus usuários a terceiros.

Além da AT&T, a Electronic Frontier Foundation também inseriu o nome de duas outras empresas no processo, que está em nome de clientes de todo o estado da Califórnia: a Zumigo e a LocationSmart. De acordo com a organização, as companhias atuam como agregadores de dados, coletando informações de localização e vendendo a terceiros para fins comerciais.

O processo diz que "a AT&T violou conscientemente seus deveres de proteger os dados sensíveis de localização dos clientes a fim de lucrar" e isso acontece em meio a outra denúncia ocorrida no ano passado em Nova York. De acordo com o New York Times, a polícia usou dados de usuários para fazer o rastreio de telefones sem qualquer ordem judicial.

Outra investigação, inclusive, que veio à tona no começo de 2019 pela Motherboard, da Vice, mostra a facilidade de descobrir a localização de um smartphone usando esses dados. No caso, uma pessoa recebeu US$ 300 para concluir esse pedido facilmente.

As práticas da AT&T, segundo a Electronic Frontier Foundation, são ultrajantes e prejudiciais, colocando os clientes em risco pela exposição de suas informações pessoais, que podem chegar até criminosos.

Contatada, a AT&T ainda não se pronunciou sobre o processo.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.