Mão robótica sul-coreana é tão forte a habilidosa quanto sua versão humana

Mão robótica sul-coreana é tão forte a habilidosa quanto sua versão humana

Por Gustavo Minari | Editado por Douglas Ciriaco | 21 de Dezembro de 2021 às 17h45
Reprodução/Nature

Pesquisadores de várias instituições científicas da Coreia do Sul trabalharam juntos no desenvolvimento de mãos robóticas com habilidades semelhantes às de mãos humanas. O sistema baseado em um mecanismo acionado por ligamentos artificiais permite que o dispositivo tenha uma destreza impressionante nas articulações.

Além da habilidade motora, a mão robótica possui força e flexibilidade para manipular diferentes tipos de objetos. Essa característica foi atingida graças ao alto grau de sensibilidade presente na ponta dos dedos mecânicos, garantindo a quantidade exata de pressão necessária para segurar utensílios variados.

“Dos 206 ossos do corpo humano, 54 estão nas mãos, o que torna essa parte do esqueleto extremamente complexa. Nós conseguimos imitar esse membro desenvolvendo um mecanismo acionado diretamente por motores e tendões ligados a uma polia que sincroniza todo o dispositivo”, explica o engenheiro mecânico Uikyum Kim, coautor do estudo.

Mão antropomórfica

A mão robótica antropomórfica integrada acionada por link (ILDA, na sigla em inglês), assim como sua inspiração humana, possui quatro dedos e um polegar opositor com sensores nas pontas, cada um contendo três articulações independentes e medindo 22 centímetros de comprimento.

Ao todo, são 20 juntas mecânicas autônomas que proporcionam uma amplitude de movimento de 15 graus, além de uma força de esmagamento constante de 34 Newtons. Outra vantagem da mão robótica desenvolvida pelos cientistas é a leveza, já que o conjunto completo pesa apenas 1,1 kg.

“Com essa capacidade de detecção tátil, conseguimos criar uma mão robótica capaz de realizar tarefas reais de manipulação envolvendo ferramentas usadas no dia a dia. Além disso, o dispositivo pode ser implantado em braços mecânicos de qualquer robô comercial”, acrescenta Kim.

Boa pegada

Para demonstrar as habilidades da mão robótica, os pesquisadores utilizaram vários objetos diferentes. Durante os testes, o dispositivo provou que é capaz de esmagar latas de refrigerante, cortar um pedaço de papel com uma tesoura comum ou segurar um ovo delicadamente sem quebrá-lo.

Além de levantar itens pesados e manipular uma bola de tênis sem deixá-la cair, a mão robótica também mostrou uma destreza impressionante ao usar uma pinça para pegar objetos minúsculos com uma precisão até então observada apenas em seres humanos com um certo grau de habilidade motora.

“Nosso dispositivo é totalmente independente, o que significa que ele pode ser facilmente encaixado em praticamente todos os braços robóticos existentes no mercado. Essa facilidade pode ser utilizada no mundo real, em aplicações que envolvam movimentos precisos como na manipulação de microchips ou de placas de circuito integrado”, prevê Uikyum Kim.

Fonte: Nature

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.