Twitter se supera e fecha primeiro trimestre com receita de US$ 787 milhões

Por Rafael Arbulu | 23 de Abril de 2019 às 12h47
Tudo sobre

Twitter

Saiba tudo sobre Twitter

Ver mais

Notícia boa para os investidores do Twitter: a rede de microblogs superou as próprias previsões financeiras e fechou o primeiro trimestre de 2019 com receita de US$ 787 milhões. Anteriormente, a gestão da rede havia notificado acionistas de que deveria ficar “entre US$ 715 milhões e US$ 775 milhões”, o que significa que a meta foi superada com certo conforto. A marca representa um crescimento de 20% em relação ao mesmo período de 2018.

Entretanto, é válido ressaltar que o Twitter perdeu valores em relação ao último trimestre de 2018, quando registrou um recorde de US$ 909 milhões — uma queda de 14%.

Mais uma notícia boa: a base de usuários ativos mensais (MAUs, na sigla em inglês) da rede de microblogs aumentou para 330 milhões — um acréscimo de 9 milhões aos 321 milhões registrados no trimestre anterior. Esse será o último relatório de base ativa geral de usuários que a rede vai divulgar: uma mudança instituída na gestão financeira agora deve se concentrar apenas em “usuários ativos diários monetizáveis” (mDAUs), ou seja, apenas contatbilizará pessoas que se logarem à plataforma por meio de um de seus vários canais oficiais que possam rodar anúncios publicitários.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

É o caso dos clients baixáveis por qualquer marketplace, os apps de smartphones e tablets e o acesso via web. Nesses casos, o Twitter apresentou um crescimento de 120 milhões de usuários para 126 milhões ao longo de 2018. Para o primeiro trimestre de 2019, essas figuras aumentaram outros 11% (134 milhões). Por essa razão, a empresa passará a usar exclusivamente esta métrica.

No que tange ao seu valor acionário, a empresa vinha comercializando seus papéis em um pico médio de US$ 47 ao longo de 2018 — uma recuperação notável em relação ao ano anterior, quando o Twitter chegou à baixa recorde de US$ 14. Nas semanas mais recentes, a companhia viu suas ações flutuarem entre US$ 33 e US$ 35.

A expectativa é que, para o segundo trimestre, a rede obtenha receita entre US$ 770 milhões e US$ 830 milhões.

Fonte: Venture Beat

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.