Slack registra receitas de US$ 134,8 mi no primeiro trimestre

Por Thaís Augusto | 31 de Maio de 2019 às 20h30
Merita
Tudo sobre

Slack

Saiba tudo sobre Slack

Ver mais

O Slack divulgou nesta sexta-feira (31) o seu balanço financeiro para cumprir um dos pré-requisitos finais para a abertura de capital da companhia. No documento, o Slack apresenta receitas de US$ 134,8 milhões no primeiro trimestre, com perdas de US$ 31,8 milhões.

As receitas representam um aumento de 67% em relação ao mesmo período do ano passado, quando a empresa perdeu US$ 24,8 milhões, com receita de "apenas" US$ 80,9 milhões.

Para o ano fiscal que terminou em 31 de janeiro de 2019, o Slack reportou perdas de US$ 138,9 milhões com receita de US$ 400,6 milhões. No ano anterior, as perdas haviam sido de US$ 140,1 milhões e as receitas registradas eram de US$ 220,5 milhões.

Slack quer se tornar uma empresa de capital aberto

O Slack está finalizando o processo para se tornar uma empresa listada na bolsa de valores de Nova York, onde será negociada sob o símbolo “WORK”. A listagem direta, opção escolhida pelo Slack, é uma abordagem alternativa para o mercado de ações que permite que empresas negociem diretamente papéis existentes que são detidos por insiders, funcionários e investidores, em vez de emitir novas ações.

Com o método, as empresas contornam o tradicional processo de roadshow e evitem uma boa parte das taxas de IPO da Wall Street. No ano passado, o Spotify completou sua listagem direta e acredita-se que o Airbnb, outro negócio altamente valorizado, também considere a mesma opção para 2020.

O Slack está atualmente avaliado em US$ 7 bilhões depois de levantar US$ 1,22 bilhão em fundos de capital de risco de investidores, que incluíram a Accel, que agora detém uma participação de 24% pré-IPO. Andreessen Horowitz (13,3%), Capital Social (10,2%), SoftBank, T. Rowe Price, IVP, Kleiner Perkins e muitos outros completam a lista.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.