Receita da Xiaomi sobe 27% no trimestre; crescimento foi maior do que o esperado

Por Thaís Augusto | 20 de Maio de 2019 às 20h30
Tudo sobre

Xiaomi

Saiba tudo sobre Xiaomi

Ver mais

A fabricante chinesa de smartphones Xiaomi viu sua receita subir 27% no trimestre encerrado em março. O resultado superou as estimativas: a alta se deve, em parte, ao crescimento estável das vendas fora do mercado chinês.

Enquanto o mercado da China, o maior do mundo, sofre desaceleração, a Xiaomi expandiu seu negócio para o exterior, em mercados como Índia e Europa. A receita da empresa subiu para 43,8 bilhões de iuans (cerca de 6,3 bilhões de dólares). As estimativas eram de 42,1 bilhões de iuans, de acordo com analistas consultados pela Refinitiv.

O lucro líquido da Xiaomi também subiu para 2,1 bilhões de iuans no primeiro trimestre, contra 1,7 bilhão do mesmo período do ano anterior.

De acordo com dados da Counterpoint Research, o mercado global de smartphones na China caiu 7% no primeiro trimestre deste ano em relação ao ano anterior. Atualmente, a Xiaomi é a maior fornecedora de smartphones na Índia e conta com crescimento acelerado na Europa depois de lançar dispositivos em todo o continente durante 2018.

Durante o período, a Xiaomi trabalhou em duas frentes: com modelos mais baratos (que foram vendidos por sub marcas) e smartphones com configurações melhores e preços mais elevados.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.