Queda livre! Vendas de smartphones da Sony caíram 55% no 2º trimestre

Por Felipe Ribeiro | 02 de Agosto de 2019 às 14h15
Sony
Tudo sobre

Sony

Saiba tudo sobre Sony

Ver mais

A Sony continua perdendo cada vez terreno no mundo dos smartphones. O último relatório financeiro da empresa mostra que foram vendidos às lojas apenas 900 mil telefones no período de abril a junho, com queda de 55% - o pior desempenho dos últimos 9 anos. Há apenas um ano, a Sony despachava pouco mais de 2 milhões de aparelhos, bem longe, também, dos 10 milhões que eram vendidos em 2014.

Como resultado da queda nas vendas, o departamento financeiro da Sony prevê que a receita obtida com seus smartphones trarão apenas US$ 3,55 milhões de dólares (R$ 13,63, na cotação atual), 7% abaixo das estimativas anteriores. Além disso, o lucro operacional também deverá sofrer um forte impacto.

Dada a dura realidade, a Sony Mobile reduziu suas expectativas em relação à estimativa, que era da possibilidade de vender 5 milhões de celulares até o final de 2019. Hoje, a gigante japonesa trabalha com margem de 4 milhões de unidades, o que, convenhamos, não muda muita coisa em termos gerais.

Resutados da Sony/ Imagem: Sony

Apesar da situação negativa, a Sony tem certeza de que pode se recuperar com o lançamento do novo Xperia 1, que foi lançado no final de maio. A empresa espera que seu topo de linha, repleto de recursos, se traduza em melhores números de vendas que vão para o segundo semestre de 2019.

Fonte: GSM Arena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.