Adobe pode ter US$ 10 bilhões em receitas em 2018

Por Wagner Wakka | 15 de Junho de 2018 às 15h57
TUDO SOBRE

Adobe

Na noite desta quinta-feira (14), a Adobe apresentou seus resultados financeiros do segundo trimestre de 2018 para investidores. A empresa fechou os últimos três meses com um total de receita de US$ 2,2 bilhões, um crescimento de 24% em relação ao mesmo período do ano passado. Em termos práticos, este foi um dos melhores meses da companhia, a qual, caso se mantenha neste ritmo até o fim do ano, pode bater a marca de US$ 10 bilhões em receita em 2018.

Um dos principais motivos que levam ao bom momento da empresa foi a movimentação dos últimos anos com o Creative Cloud. Ao oferecer o serviço em nuvem em formato de assinatura, ao contrário de pacotes físicos do produto, ela não só conseguiu diminuir o montante de pirataria como tornou as ferramentas mais acessíveis.

Só com o setor do Creative Cloud, a Adobe teve um rendimento de US$ 1,55 bilhão. Nesta conta, entra também o total de lucro relacionado ao programa Document Cloud da empresa.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Junto com as ferramentas de criatividade, a Adobe também tem feito uma movimentação recente para serviços que envolvem análise de dados e marketing. Uma delas foi a compra do Magento, pacote de produtos de analytics e publicidade, por US$ 1,6 bilhão.

“A aquisição do Magento fará da Adobe a única companhia a liderar criação de conteúdo, marketing, publicidade, análise de dados e, agora, comécio. [...] Nós acreditamos que a adição do Magento expande nossas oportunidades de comércio, aumenta nosso portfólio e resolve uma necessidade existente dos consumidores”, explicou o CEO da Adobe, Shantanu Narayen, em post oficial sobre os resultados financeiros.

Fonte: Adobe Q2 2018 Earnings

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.