Última brecha de segurança do Facebook afetou 30 milhões de usuários

Por Patrícia Gnipper | 12 de Outubro de 2018 às 15h10
Divulgação/Facebook
Tudo sobre

Facebook

Saiba tudo sobre Facebook

Ver mais

Há duas semanas, o Facebook revelou que uma vulnerabilidade de segurança em sua plataforma permitiu o roubo de tokens de 50 milhões de usuários da rede social. Agora, a rede social se pronunciou novamente, atualizando este número para, na verdade, 30 milhões.

Os usuários afetados estão recebendo um alerta em seus feeds com mais informações sobre ou roubo de dados, bem como fornecendo instruções sobre como se proteger. Do total de 30 milhões, 15 mi tiveram seu nome e número de telefone e/ou e-mail obtidos pelos hackers, enquanto outros 14 mi tiveram esses dados roubados, além de outras informações como sexo, localidade, idioma, status de relacionamento, religião, cidade natal, data de nascimento, dispositivos usados para acessar o Facebook, educação, trabalho, os últimos 10 lugares que visitaram ou em que foram marcados, websites pessoais, pessoas e páginas que seguem, e as 15 pesquisas mais recentes. Já as informações do 1 milhão restante de usuários afetados não foram acessadas pelos invasores.

Vale lembrar que a rede social afirmou que seus outros apps, como Messenger e Instagram, bem como apps de terceiros que utilizam seus tokens, como Tinder e Spotify, não foram afetados. Quanto à autoria do cibercrime, a companhia de Zuckerberg disse que a força policial pediu para que não fossem abordadas evidências sobre quem cometeu o ataque enquanto o FBI segue investigando o caso.

Para descobrir se sua conta faz parte das 30 milhões que foram afetadas pela falha de segurança, acesse a central de ajuda do Facebook. No final das informações sobre o ataque, a rede social informa se seu perfil faz parte dos que tiveram dados roubados.

"Nossa investigação ainda está rolando, mas com base no que descobrimos até agora, os invasores não tiveram acesso às informações associadas à sua conta do Facebook", diz o alerta para o perfil analisado (Captura: Patrícia Gnipper/Canaltech)

Fonte: Facebook NewsroomTechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.