Twitter dará mais atenção para conteúdos relacionados à música na plataforma

Por Redação | 01 de Setembro de 2017 às 15h01

Cerca de 2 bilhões de tweets foram registrados falando sobre música na rede social desde o início de 2016 até então. Sendo a música o tema mais comentado no Twitter, tanto no Brasil, quanto em todo o mundo, a plataforma vem mirando nesse tipo de conteúdo a partir de agora, de maneira parecida como fez recentemente com os conteúdos esportivos.

Artistas, lançamentos de álbuns e videoclipes, reality shows e eventos musicais são assuntos que estão sempre “na boca do povo” no Twitter, e a música já corresponde a quase 20% dos assuntos comentados na plataforma, sendo que 80% das conversas sobre o tema são relacionadas a tópicos “always on”.

A rede de microblogging, portanto, decidiu oferecer uma gama de conteúdos premium produzidos por parceiros, como emissoras de TV, festivais e gravadoras, a fim de que seus usuários aproveitem todo o potencial de amplificação do Twitter no que diz respeito à música. No ano passado, esses conteúdos premium, que abordaram diversos temas, ofereceram mais de 1.200 horas de transmissão por cerca de 300 parceiros.

Marcando o lançamento da música como um dos pilares do Twitter, a empresa realizou na última quarta (30) um evento que reuniu parceiros, clientes, produtores de conteúdo e amantes de música em geral para mostrar as possibilidades de engajamento entre marcas e consumidores, e o que o tema é capaz de gerar na plataforma.

"No Twitter, as campanhas de marca ganham ao mesmo tempo escala — são amplificadas por milhões de conversa — e granularidade, uma vez que é possível entender o comportamento do consumidor ao longo de todo o seu dia e estabelecer com ele uma conexão relevante", explicou Cadu Aun, diretor comercial do Twitter Brasil. Em todo o mundo, estima-se que mais de 1,5 bi de pessoas são impactadas todos os meses pelos conteúdos do Twitter, dentro e fora da plataforma — isto é, considerando as hashtags que aparecem em programas de TV, menções em programas de rádio e em outros meios digitais.