Twitter começará a eliminar contas de usuários inativos a partir de dezembro

Por Wagner Wakka | 27 de Novembro de 2019 às 13h13
pixabay
Tudo sobre

Twitter

Saiba tudo sobre Twitter

Ver mais

O Twitter deve eliminar contas de usuários inativos no final deste ano para colocar o nome de usuário a disposição novamente. A companhia está enviando e-mails para quem não entra na plataforma há mais de seis meses avisando que vai desativar a conta a partir de 11 de dezembro.

Segundo a empresa, este é um esforço para melhorar a confiança dos usuários na plataforma. Ao ter somente contas ativas, o Twitter acredita que consegue ter mais credibilidade. “Nós estamos trabalhando para limpar contas inativas para apresentar informações mais precisas e críveis nas quais pessoas possam acreditar. Parte deste esforço é encorajar pessoas a ativamente entrarem e usarem o Twitter quando elas registram uma conta, como consta em nossas políticas”, explicou a empresa ao site The Verge.

De acordo com rede de microblogs, as contas serão apagadas permanentemente, sem a possibilidade de recuperação após 11 de dezembro.

Além disso, ela também vai começar a disponibilizar os nomes de usuário das contas que forem desativadas. Contudo, ainda não informou quando isso vai acontecer — somente disse que não será imediatamente.

Se você tem uma conta do Twitter e não quer perdê-la, a dica é simplesmente publicar um tweet, já que somente aquelas contas sem nada nos últimos seis meses é que serão afetadas.

Memória

Um dos problemas levantados com a mudança diz respeito à lembrança de pessoas falecidas. Há quem gostaria de guardar o histórico de quem já se foi na rede social, ou até mesmo manter o caráter de registro de figuras públicas falecidas.

Diante disso, o Twitter disse que não tem como armazenar tais perfis. “Atualmente nós não temos uma forma de guardar a memória da conta de Twitter de alguém que morreu, mas o time está pensando em formas de fazer isso”, informou também ao The Verge.

Isso já chamou a atenção do ativista de preservação digital Jason Scott, criador do Internet Archive, plataforma de manutenção da história da rede. Ele lançou o Twittering Dead, um projeto para que familiares e amigos possa indicar para a rede social quais contas e informações que poderiam ser mantidas em caráter de memória.

Diferente do Facebook, por exemplo, não é possível informar para o Twitter que uma pessoa morreu e manter aquele perfil como um memorial. Somente há a opção de baixar todo o histórico da conta, caso você tenha a senha.

O projeto de Scott funciona com um simples formulário do Google em que se passam as informações de usuários que faleceram. Basta indicar apenas o nome e o Internet Archive informará ao Twitter. Caso a conta seja deletada mesmo assim, a página pode ser mantida dentro do Internet Archive.

Fonte: The Verge (1) (2)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.