Instagram agora exige que novos usuários informem data de nascimento

Por Fidel Forato | 04 de Dezembro de 2019 às 21h35
Divulgação
Tudo sobre

Instagram

Saiba tudo sobre Instagram

Ver mais

Você já reparou que o Instagram nunca perguntou sua idade? De acordo com os termos de uso da rede social, o usuário só deveria confirmar ter pelo menos 13 anos para ativar sua conta, na maioria dos países. Mas, a partir de hoje (4), novas regras chegam ao app, e dados como a data de nascimento serão solicitados para novos usuários globalmente.

Além disso, os usuários conectados pelo Instagram a partir da conta do Facebook terão sua data de nascimento copiados de uma rede para outra. Isso significa que editar sua data de nascimento no Facebook também mudará, de forma automática, no Instagram.

Nos casos em que o usuário não possui uma conta no Facebook ou não conectou as duas contas, ele poderá adicionar ou editar seu aniversário diretamente no Instagram. A empresa ainda discute o quão invasisvo seria tornar essa dado obrigatório para os usuários já cadastrados.

Segundo comunicado da rede social enviado para o Canltech, “isso nos permitirá criar experiências mais apropriadas de acordo com a idade dos membros da nossa comunidade, enquanto cumprimos nossa política já existente de garantir que menores de 13 anos não tenham acesso ao Instagram; saber a idade das pessoas no Instagram é uma parte importante do trabalho que estamos fazendo para manter os jovens seguros”.

Aplicando melhor as políticas internas de empresa, a medida deve tornar as segmentações de públicos mais precisas, o que é considerado um benefício para seus anunciantes, por exemplo.

Vale informar que o aniversário dos usuários não será visível para outras pessoas — o que é bom por um lado, já que não expõe ninguém, mas, por outro, você já parou para pensar em quantos parabéns você já não deixou de dar por não acessar o Facebook diariamente? Está aí uma boa funcionalidade para o Instagram pensar em um futuro próximo.

Ainda, o Instagram explica que usará as informações de aniversário para criar experiências mais personalizadas, como educação sobre controles de conta e configurações de privacidade recomendadas para jovens.

Além disso, o Instagram apresentará nas próximas semanas opções para os usuários bloquearem mensagens de pessoas que não seguem, e recursos para empresas e usuários populares, conhecidos como criadores, restringirem mais facilmente o acesso de seus conteúdos a menores de idade.

Instgram passa a exigir data de aniversário de novos usuários

Entendendo a medida

A mudança de política nos termos de uso do Instagram deve impedir a aprovação de normas de segurança infantil e privacidade de dados ao redor do mundo, já que legisladores e grupos de segurança familiar nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha criticam o aplicativo por expor as crianças a material inapropriado.

Para Jeffrey Chester, que trabalha com questões de segurança das crianças no Center for Digital Democracy, com sede em Washington, a nova política é "muito atrasada" para acompanhar as leis atuais dos EUA, que visam preservar a privacidade online de menores de 13 anos.

Seguindo a mesma linha, a Sociedade Nacional para a Prevenção da Crueldade Contra as Crianças, com sede em Londres, disse que pedir "uma data de nascimento não verificável não fará nada na prática para proteger as crianças de conteúdo prejudicial ou inapropriado para a idade".

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.