Facebook atualiza PyTorch em framework mais unificado com Caffe2

Por Wagner Wakka | 02 de Maio de 2018 às 18h25
photo_camera Divulgação
TUDO SOBRE

Facebook

O segundo dia do F8, conferência do Facebook para desenvolvedores, é marcado por discussões mais voltadas de fato a questões técnicas da plataforma. Com isso, a empresa anunciou a atualização do PyTorch, o framework do Facebook.

Com o lançamento da versão 1.0, agora o framework se torna mais unificado. Originalmente, o PyTorch 1.0 é baseado em Python, mas desenvolvedores conseguiram fundir com a linguagem Caffe2, o que torna mais fácil passar da pesquisa para produção sem grande problemas com esta migração.

Este era um problema antigo da empresa, já que os times de inteligência artificial do Facebook são separados: um de pesquisa em IA e outro de machine learning aplicado. Esa distinção criava ambientes que conversavam pouco entre si.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Com a atualização, o framework ainda passa a ser baseado em Python, ou seja, ainda focado em pesquisa, mas que traz otimizações relacionadas à produção. A proposta do Facebook é de que o usuário não precise de dois frameworks, sendo um para pesquisa e outro para produção. Para isso, o Facebook trabalhou em conjunto com a Microsoft durante o último ano em uma rede neural que pudesse fazer o momento entre as duas funções numa mesma framework.

Para o futuro, a empresa pretende unificar as bases de códigos do PyTorch 0.4 e Caffe2 nos próximos meses para criar um framework mais unificado ainda, que possa ter outras ferramentas para ambas funções. O PyTorch 1.0 está em fase beta e deve ser oficialmente lançado ainda este ano.

Fonte: PyTorch 1.0

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.