Siga o @canaltech no instagram

Cofundadores do Instagram admitem: Stories foi criado para minar o Snapchat

Por Rafael Arbulu | 13 de Março de 2019 às 09h18
Tudo sobre

Instagram

Saiba tudo sobre Instagram

Ver mais

Os cofundadores do Instagram, Kevin Systrom e Mike Krieger, falaram pela primeira vez desde que saíram do Facebook. Em entrevista concedida ao TechCrunch durante o Festival South by Southwest (SXSW), a dupla “meio que” admitiu que o Instagram trouxe a ideia dos Stories com o intuito específico de minar o crescimento do Snapchat.

Systrom foi especificamente enfático, dizendo que, por um tempo, usuários iam e voltavam entre as duas plataformas e posts no Instagram estavam cheios de links do e para o Snapchat. “Era muito claro para a gente que as pessoas estavam criando uma ponte entre os dois produtos. Então, demos ao público o que eles queriam”.

“O que eles queriam”, no caso, foi uma forma de compartilhar links rápidos, que desapareceriam após 24 horas, enaltecendo momentos e postagens atuais. Em outras palavras, “Instagram Stories”.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Os cofundadores do Instagram, Kevin Systrom e Mike Krieger, admitiram que uma das razões para a criação do Instagram Stories era a de impedir que usuários deixassem o app e acessassem o Snapchat  

O Snapchat lançou o Stories em 2013 e, embora tenha demorado um pouco, a função decolou e ampliou a base de usuários da rede social de imagens. Tanto que, no início de 2017, a Snap (empresa dona do Snapchat) se preparou para lançar o seu primeiro IPO (processo de abertura de capital na Bolsa de Valores), alegando que 25% do seu conteúdo publicado vinha do Stories.

Contudo, semanas antes do IPO, o Facebook, por meio do Instagram, lançou a sua própria versão do Stories, efetivamente eliminando a “ponte” mencionada por Kevin Systrom durante o SXSW e fazendo com que uma considerável parcela do público-alvo do Snapchat — os adolescentes — não apenas acessasse o Instagram, mas ficasse nele.

Como todos os recursos do Snapchat poderiam ser também feitos no próprio Instagram Stories, não demorou muito para que a então nova função ganhasse tração e, já em 2017, o Instagram tinha 200 milhões de usuários diários nos seus Stories, mais que a base diária total de usuários da empresa rival. Hoje, o Stories é uma figura tão essencial ao Instagram que o recurso se traduziu em versões permeadas por toda a suite de apps do Facebook — o app da própria rede social de Mark Zuckerberg, bem como o Facebook Messenger e o WhatsApp contam com versões dos Stories em suas interfaces.

Fonte: Mashable

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.