Como evitar ameaças virtuais nas redes sociais

Um levantamento do Ibope, no final de 2011, apontou que cerca de 87% dos internautas brasileiros acessam redes sociais. Isso é um número considerável, e assim como cresce o número de usuários de sites como Facebook, Twitter e Orkut, do outro lado também aumenta o volume de ataques virtuais voltados especificamente a esses ambientes.

Especialistas identificaram que o Facebook foi um dos principais alvos de ataques dos cibercriminosos em 2011.  Na maior parte dos casos, as ações utilizam a engenharia social, tipo de golpe no qual os criminosos enganam ou exploram a confiança das pessoas, com o intuito de roubar dados e informações confidenciais

Segurança em redes sociais

"Os cibercriminosos utilizam assuntos polêmicos ou populares nas redes sociais para criar mensagens ou vídeos falsos, que induzam o internauta a clicar em links maliciosos”, explica Camillo Di Jorge, country manager da ESET Brasil, ao detalhar como funcionam os ataques baseados na engenharia social. “As redes sociais, por serem ambientes no qual há muita atividade dos internautas, são um território propício a esse tipo de ataque", acrescenta.

Entretanto, alguns cuidados básicos (e que a maioria dos internautas não leva em conta) podem ajudar a evitar riscos nas redes sociais. A seguir, temos seis dicas simples de como se proteger em redes populares como Orkut, Facebook e Twitter, acompanhe:

  • Utilize um bom antivírus e antispam e o mantenha sempre atualizado;
  • Nunca clique em um link se não tiver certeza da origem do seu conteúdo;
  • Não baixe aplicativos desconhecidos nas redes sociais;
  • Prefira sempre navegar em sites seguros (que utilizem o protocolo HTTPS);
  • Só aceite contatos de pessoas conhecidas;
  • Evite publicar informações pessoais e confidenciais nas redes sociais

 

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.