Saga da DC Comics quase resultou em uma conexão com a Marvel Comics

Por Claudio Yuge | 29 de Abril de 2020 às 22h45
DC Comics
Tudo sobre

Marvel

Saiba tudo sobre Marvel

Ver mais

A saga Noites de Trevas: Metal é uma das mais influentes no novo status quo do Multiverso da DC Comics. No final da trama, vemos a misteriosa Muralha da Fonte, que era o "limite" do cosmos e guardava segredos da editora há décadas, ruir. E, de acordo com novas declarações do criador da obra, o roteirista Scott Snyder, a sequência dessa história poderia ser bem diferente e até mesmo chegar à concorrente Marvel Comics.

Na segunda-feira (27), Snyder participou de uma rodada de perguntas e respostas com fãs no evento remoto beneficente Hero Initiative e, ao falar da sequência desse arco, que se chama Death Metal, ele revelou alguns detalhes sobre a confecção de Noites de Trevas: Metal. Uma das questões iniciais foi alinhar sua visão sobre a Sexta Dimensão com o complexo mapa criado pelo escritor Grant Morrison no Multiverso DC — que ficou conhecido como Multiversity, em 2014.

“Se você quebrar a Muralha da Fonte, terá que colocar algo do outro lado igualmente maravilhoso e intrigante", aconselhou Morrison, segundo as palavras de Snyder. Foi quando o roteirista escocês disse a ele: “Deixe-me adivinhar… Vocês quebram a Muralha da Fonte e do outro lado está a Marvel Comics?”

A Muralha da Fonte, que antes era o limite do Multiverso da DC Comics (Reprodução/DC Comics)

Como sabemos, não foi isso que aconteceu, pois o Multiverso DC ganhou várias outras linhas de narrativa, com novos elementos e personagens. Mas… "Eu fiquei tipo, ‘Ah se pudéssemos fazer isso… Seria legal mostrar o fim da Muralha da Fonte e vermos o Surfista Prateado, como se fosse o começo de um crossover entre a DC e a Marvel”, viajou Snyder. "Eu faria isso em um segundo", complementou.

Pensando bem, seria a melhor conclusão possível para Noites de Trevas: Metal — e um baita início de mais uma parceria e até um universo compartilhado, coexistindo e com as criações de ambas as empresas dando as caras nas revistas uma da outra de vez em quando. Aliás, já fica a dica para um possível novo encontro nas comemorações dos 25 anos do maior crossover das editoras, em 2020. E você, aprovaria essa união? Conta para a gente nos comentários!

Fonte: Newsarama  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.