Midea SmartMop VRB81B: o aspirador robô aliado de uma casa sempre limpa

Antes visto como conceitos em filmes futuristas, aspiradores robô se tornaram um segmento bastante competitivo. Competitivo ao ponto de já contarmos com segmentos básico, intermediário e avançado. Hoje vamos conhecer um modelo que foca no custo-benefício dentro do segmento intermediário, o SmartMop VRB81B da Midea, um modelo que abriu nossos olhos para este segmento de produtos. Então vamos conhecer um pouco mais sobre ele.

Design e acessórios

Aspiradores robô trazem um ar todo “modernoso”, como se saíssem de filmes de ficção científica, e o SmartMop é uma boa materialização desta sensação. É totalmente branco com uma bem colocada linha vermelha na parte de cima, indicando a dobradiça da abertura da tampa. Ainda que recomendemos a leitura do manual (como em qualquer produto), acreditem: não é necessário aqui.

A região frontal conta com uma “faixa preta” indicando a posição dos sensores infravermelhos (sim, ele também funciona com tudo apagado), e a região de amortecimento de impactos pega aproximadamente metade da circunferência. Não é grande nem pequeno, trazendo um tamanho padrão do segmento, sendo um produto que não fica feio quando está desligado.

Na parte de baixo vemos as escovas de escovação e o duto de aspiração, que parece pequeno para o trabalho que realiza, mas se mostrou bem potente. As duas rodas parecem “off-road” e não teve dificuldades em nenhum dos tipos de piso que utilizamos (frio, laminado e mesmo tapetes). A roda frontal é pequena, servindo apenas de apoio para as rodas motoras, além de ser perfeitamente capaz de subir em pequenos desníveis.


Na embalagem encontramos um par de escovas extras, o carregador, a base carregadora (onde o SmartMop dorme, com um simpático LED azul que é forte o suficiente para virar luz noturna), manual e o pano de limpeza (mais sobre ele adiante). Um kit bastante completo, vale destacar, mas vamos ver o que ele se sai.

Como ele se sai?

Utilizamos o SmartMop por algumas semanas - e aqui destacamos uma das vantagens de testar produtos - e temos que dizer: ficamos surpresos em observar como um apartamento pode ficar suja (nota: homem adulto sozinho em casa com gatos). Das duas uma: ou ele faz um excelente trabalho limpando a “poeira não-tão-óbvia” ou ele cria sujeira. E, bom, não nos parece que a Midea está com uma teoria da conspiração para fazer seu produto ficar bonito.

Não há integração com assistentes pessoais, com todas as funções executadas com um controle remoto bastante simples. Basicamente, depois de poucos dias, acaba simplesmente usando-o para ligar o SmartMop (o que pode ser feito também no botão Power no próprio robô) que ele sai por aí limpando sem necessidade de muita supervisão.

Nos primeiros dias o SmartMop não chegou a limpar todos os cômodos do apartamento, mas mais por não saber para onde ir do que propriamente falta de bateria. Não se trata de um apartamento grande (58 m²), mas ele voltou para a base sem passar por um dos quartos. Depois de alguns dias ele passou a “planejar” melhor suas rotas, indo para todos os cômodos antes de exaurir sua autonomia de 80 minutos.

O recipiente interno possui capacidade de 300 ml, e não raro estava sempre cheio no final da limpeza, algo esperado para um apartamento com dois gatos. Um ponto que gostamos foi a facilidade de acesso a ele através do levantamento da tampa, revelando o reservatório com alça. Basta levar até o lixo e descartar, usando a escova de auxílio inclusa na embalagem.

Já a função de passar pano ficou aquém do esperado. Além dos já mencionados tipos de piso, há diferentes cores, e as mais escuras ficaram com um aspecto manchado. O pano ficou perceptivelmente sujo (são dois na embalagem), revelando sucesso na limpeza de resíduos, mas o resultado foi um piso que estava limpo, mas não bonito no caso das cores preta e azul escura. No laminado os resultados foram visivelmente melhores, com o perdão da expressão.

Experiência geral

A conveniência de um aspirador robô como o SmartMop é uma daquelas coisas que nós nos acostumamos de forma bastante rápida. Ele faz um bom trabalho de forma autônoma, e em pouco tempo até mesmo os gatos acabam se acostumando com ele. Mas há dois fenômenos que devem ser endereçados.

Em primeiro lugar, você acaba deixando a casa mais arrumada e “clean”, de forma geral. Qualquer objeto (ou brinquedo da sua filha no meio da sala que realmente não deveria estar lá) é um obstáculo e atrapalha a limpeza. Então você acaba caçando possíveis objetos que possam atrapalhar nosso gentil trabalhador autônomo.

Em segundo lugar, você acaba se acostumando com a rotina de “resgatar” o SmartMop te tempos em tempos. Às vezes ele realmente implica com uma região, como a parte de baixo de um sofá maltratado por gatos ferozes ou com uma meia perdida embaixo do guarda roupa. Ou ainda com o fio do computador.

Não é algo característico apenas do SmartMop, mas dos aspiradores robô de forma geral. No caso dele, especificamente, o ruído de operação é de 66 dB, segundo o fabricante, o suficiente para sabermos que ele está em funcionamento, mas sem incomodar. Porém, quando prestamos mais a atenção e não escutamos nada, temos que procurá-lo e resolver o seu problema.

Suas escovas são parafusadas, não sendo encaixadas como alguns modelos que objetivam não forçar os componentes. Já o SmartMop da Midea tenta ganhar pela força, exigindo um cuidado extra, gerando uma preocupação sobre a durabilidade no longo prazo. Já o seu aspirador (com filtro hepa!), como não conta com escovas, é praticamente isento de problemas.

De qualquer forma, são casos particulares e quase “homeopáticos” depois que organizamos o ambiente de acordo, mas que devem ser mencionados. O SmartMop é um baita aliado na limpeza da casa, mas exige uma certa adaptação por parte do usuário.

Preço e acessórios

Uma preocupação comum de quem busca um aspirador robô é o preço das peças de reposição. Então entramos em contato com a Midea e recebemos os seguintes valores (Lojas Totaline - fornecedor exclusivo):

  • Escova giratória direita: R$ 14,50;
  • Escova giratória esquerda: R$ 14,50;
  • Bateria: R$ 369,00;
  • Kit carregador + base: R$ 164,00;
  • Filtro Hepa: R$ 8,20
  • Reservatório de poeira R$ 89,00:

Conclusão

O Midea SmartMop VRB81B chegou no mercado brasileiro com o preço sugerido de R$ 1.499, mas pode ser encontrado por valores mais acessíveis. Um valor alto se comparado com aspiradores de pó convencionais (“analógicos”), mas a comparação não faz muito sentido. Afinal, o valor é cobrado pela limpeza e, principalmente, pela praticidade, não sendo uma comparação “justa” per se.

Porém, continua sendo um investimento considerável. A pergunta correta, porém, é: vale a pena? Depois de algumas semanas com ele, podemos afirmar que a sua utilidade é inegável. A casa fica limpa com o toque de um botão, então é uma questão de ver quanto essa praticidade vale. Mas temos que dizer: faltou uma função de programação de horários.

Vale destacar que o SmartMop possui uma função de prevenção de queda em escadas e desníveis semelhantes, mas não chegamos a testar essa função no dia a dia pois não há desníveis no local testado. Fizemos alguns testes de fogo e ele de fato não caiu nenhuma das vezes (pendeu, mas não caiu), mas não pudemos avaliar a seu desempenho em situações comuns.

Há modelos mais baratos, assim como modelos consideravelmente mais caros. O SmartMop está posicionado no segmento intermediário, focando no custo-benefício, estando mais ou menos de acordo com o cobrado pelo segmento. Se o preço dele justifica a qualidade é uma questão subjetiva, e certamente entrega uma boa experiência para quem está disposto a pagar por ela.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.