Siga o @canaltech no instagram

Quatro erros comuns que as pessoas cometem na hora de comprar novos gadgets

Por Redação | 08 de Fevereiro de 2019 às 22h20

Se você é amante de tecnologia certamente está sempre atento aos novos gadgets que são lançados o tempo todo. E, bem, é fato que muitos são verdadeiramente úteis, enquanto outros são "bonitinhos, mas ordinários". E, caso a empolgação por uma novidade fale mais alto, ou se você viu aquela promoção que parece imperdível estampada na vitrine da loja, pode ser que você acabe gastando um dinheiro que depois se arrependerá caso não se atente a alguns detalhes importantes.

Então, antes de abrir a carteira para comprar aquela TV de última geração, ou o smartphone do momento, saiba que alguns simples cuidados podem te ajudar a não se arrepender de sua última (e provavelmente cara) compra. Confira abaixo quatro erros comuns que as pessoas cometem na hora de comprar gadgets por aí:

Esquecer de checar a data de lançamento do produto

O iPhone 5c ainda é vendido no varejo, mas já não é compatível com a atual versão do iOS

Como no universo da tecnologia nada permanece atual por muito tempo, novos modelos de dispositivos surgem a cada temporada, e mesmo o smartphone com as configurações mais avançadas não demorará para se tornar obsoleto. Por isso, veja se não vale esperar um pouco para garantir uma versão ainda mais atual do item. No caso de smartphones, por exemplo, as fabricantes lançam anualmente as novas gerações de cada linha — e se você está seduzido por uma promoção, confira quando o aparelho foi lançado para saber se ele ainda será compatível com as novas versões do sistema operacional, ou se ele está em promoção justamente porque já está ou ficará desatualizado em breve.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

No caso das TVs, a validade é muito maior quando comparada à dos smartphones. Uma dica é conferir quando o produto foi lançado pela primeira vez e pesquisas os planos do fabricante de substituição do modelo. Para PCs e laptops, confira quando o modelo em questão foi lançado e também se atente às especificações de hardware: talvez o modelo até seja recente, mas usa componentes mais antigos (como processadores e placas de vídeo), o que significa que a máquina, apesar de não ser antiga, talvez não tenha uma vida útil tão longa quanto você imagina.

E se optar por comprar um item que já não é o mais atual da marca, ciente disso, mas atraído por um bom desconto, pesquise se é fácil encontrar peças de reposição ou assistências técnicas que trabalhem com tal modelo antes de fechar a compra. Dessa maneira, você poupa dores de cabeça caso, no futuro, o aparelho apresente problemas e então você descubra que não há mais peças de reparo para ele.

Comprar dispositivos incompatíveis

Estamos vivendo a época do boom da Internet das Coisas e da casa conectada. Então, é bem provável que alguns dos seus gadgets funcionem ainda melhor interagindo com outros dispositivos, mas isso só é possível se os produtos forem compatíveis entre si. Para evitar frustrações, verifique se o item que você deseja comprar funcionará em sintonia com outras tecnologias que você já utiliza.

Por exemplo: se você vai comprar um speaker inteligente (como o Google Home, por exemplo), confira se o aplicativo que gerencia o aparelho é compatível com seu smartphone. Uma dica simples e eficiente (mas não obrigatória) é manter-se fiel a um mesmo fabricante.

Não conhecer o produto

Por mais excitante que seja investir em novas tecnologias, conhecer as funcionalidades do que você está adquirindo, e descobrir se elas atendem às suas necessidades, é imprescindível. No caso de smartphones, você precisa conferir informações como tamanho do aparelho (e, de preferência, testar a "pegada" dele em alguma loja física), duração da bateria, recursos e diferenciais do aparelho, possibilidade de conexão com outros aparelhos que você tenha em casa, e por aí vai.

E, para isso, você pode contar com o Canaltech; afinal, em nosso canal do YouTube temos uma imensidão de análises de produtos (incluindo smartphones diversos) para você saber tudo o que eles oferecem, e se ele vale a pena (ou não).

Priorizar apenas o preço

Pode acontecer de você estar precisando de um celular novo e o vendedor tentar te "empurrar" aquele smartphone que custava muito mais caro até o mês passado, mas agora está pela metade do preço. Tamanho desconto pode dar a impressão de que este aparelho seja uma ótima opção, mas não se deixe seduzir apenas pelo menor preço: pode ser que exista um modelo melhor custando praticamente a mesma coisa, e na ânsia de economizar algum tostão, você pode acabar comprando um produto bastante inferior àquele outro que custava pouca coisa a mais.

Então, vamos encerrar este texto com uma dica para quem realmente quer economizar: o Canaltech mantém um grupo no WhatsApp destinado à divulgação de ofertas relâmpago e cupons de desconto em produtos tecnológicos. Diariamente, divulgamos cerca de 50 ofertas para todos os inscritos, com a garantia de que somente recomendaremos lojas confiáveis, testadas e aprovadas pela nossa equipe de especialistas. Então, se você quiser ficar por dentro de promoções que valem mesmo a pena (com muitas delas sendo divulgadas no grupo antes mesmo de irem ao site da loja), é só se cadastrar em nosso grupo de ofertas do WhatsApp para já começar a receber as promoções em primeira mão.

Fonte: Popular Science, Gizmodo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.