Primeira loja da Xiaomi no Brasil: confira uma prévia e produtos disponíveis

Por Wellington Arruda | 31 de Maio de 2019 às 17h20
Tudo sobre

Xiaomi

Saiba tudo sobre Xiaomi

Ver mais

A Xiaomi realizará a abertura de sua primeira loja oficial no Brasil nesta sábado, 1 de junho, no Shopping Ibirapuera, localizado em São Paulo. As portas devem ser abertas ao público às 10h e, pelo o que a própria organização informou, já há interessados em acampar na porta para não perder as promoções da inauguração.

O Canaltech foi convidado pela marca para ter uma prévia da loja antes da sua abertura oficial no fim de semana. Nós tivemos a oportunidade de conhecer os produtos que estão disponíveis (e não são poucos) e também de bater um papo com os vendedores. A operação conta com mais de 20 funcionários com estoque também local.

A começar pela expectativa, a loja estima que pelo menos 5 mil pessoas são esperadas na inauguração. No evento oficial criado no Facebook, até o momento de fechamento desta matéria, havia quase 9 mil interessados e 2,3 mil confirmados. A volta da empresa foi anunciada oficialmente 21 de maio em um evento realizado também em São Paulo.

Xiaomi Mi 9 está em demonstração na loja, bem como outros smartphones da marca. (Foto: Wellington Arruda/Canaltech)

A Xiaomi é conhecida no Brasil por meio dos seus produtos importados, mas espera conquistar o público local com uma operação em parceria com a DL; os consumidores terão garantia e assistência local para produtos adquiridos por vias oficiais.

Uma das principais apostas da Xiaomi para a inauguração são os descontos nos preços. Durante a nossa visita na tarde de quinta-feira (30), os valores não estavam expostos, mas a marca já anunciou que “consumidores terão acesso a 300 unidades do Redmi Note 7 (64gb + 4gb RAM), no valor de R$ 1.299, e a 100 aparelhos Mi 9 (128gb + 6gb RAM), a R$ 2.799, limitado a um smartphone por pessoa.”

Durante o evento de anúncio da chegada da marca por aqui, Luciano Barbosa, diretor de produtos do Grupo DL e head do projeto “Xiaomi no Brasil”, citou que a marca estava trazendo centenas de produtos para cá. E, aparentemente, ele não estava exagerando.

O que você pode encontrar na loja?

Para montar a estrutura da primeira loja da marca no Brasil, eles se basearam em outras lojas espalhadas pelo mundo. Alguns até acreditam que ela seja maior do que boa parte das lojas tradicionais da Xiaomi. Toda a organização também foi acompanhada por funcionários chineses, que prometem “degustação” de cada um dos produtos para que o usuário se sinta confortável antes de realizar uma possível compra.

Aqui vai uma rápida lista de produtos que eu encontrei durante a visita:

  • Lâmpadas inteligentes:
    Yeelight, Yeelight Lighstrip, Mi Bedside Lamp, Desk Lamp, Mi LED Smart Bulb.
  • Acessórios:
    Mi Polarized Pilot e Mi Polarized Square, cabos USB, pulseiras para relógios, Power Banks e Pads de carregamento por indução; Mi Electric Toothbrush.
  • Periféricos:
    Huayang Ultra-Light Umbrella, mochilas casuais e esportivas, Mi Bluetooth Selfie Stick.
  • Wearables:
    Amazfit Pace e Bip, Mi Band 3 (e acessórios).
Ára disponibilizada para demonstração do projetor da Xiaomi simula sala de estar. (Foto: Wellington Arruda/Canaltech)

Estes, claro, são apenas alguns dos produtos disponibilizados pela Xiaomi. Tanto a empresa quanto os funcionários do local destacam a usabilidade e integração dos mesmos com plataformas como o Google Assistente. A ideia de ter ambientes conectados dentro do próprio local facilita a demonstração e funcionalidades, já que o mote da companhia, além da expansão, é disponibilizar dispositivos que facilitem a vida dos seus consumidores de alguma forma. E para isso eles trouxeram um grande volume de produtos.

Um dos mais curiosos que encontramos por lá foi o Mi Robot Builder Rover, que tem 978 peças e é controlado pelo smartphone (fãs de LEGO podem adorar este aqui). Dentre outros, nos deparamos também com dispositivos Mi Box e, inclusive, projetores da fabricante chinesa que estão disponíveis em uma área de demonstração que simula uma sala de estar.

Robô da Xiaomi em demonstração é controlado pelo smartphone e indicado para crianças. (Foto: Wellington Arruda/Canaltech)

Indo mais além, a Xiaomi disponibiliza na loja física fones de ouvido (com cabos ou Bluetooth), câmeras de ação 4K para competir com modelos como a GoPro, e, claro, smartphones: Redmi Go, Redmi Note 7, Redmi Note 6 Pro, Mi 8 Lite, Mi 9, Pocophone e outros estão na lista.

Vale lembrar, também, que a marca traz outros dispositivos como a Mi Electric Scooter ou a QiCYCLE - EF1, ambas elétricas.

Expectativas altas para o Brasil

Nós também batemos um papo com os vendedores da loja da Xiaomi no Brasil. O consenso geral é de que todos eles estão empolgados não apenas com o início das vendas no final de semana, mas também com o desempenho da marca a longo prazo. Todos eles se demonstraram conhecedores tanto da companhia quanto dos produtos.

O executivo Luciano Barbosa também reforçou, no momento de anúncio do retorno da companhia às nossas terras, que “o projeto será um sucesso em todas as plataformas de venda”. O espaço dedicado aos produtos da fabricante chinesa tem cerca de 210m² e ambientação leve, com unidades expostas para experimentação.

Como citado por Barbosa, “essa é a oportunidade ideal para quem já conhece ou deseja experimentar a tecnologia Xiaomi”. A loja da Xiaomi, mais uma vez, está localizada no Shopping Ibirapuera, em São Paulo, e será inaugurada às 10h deste sábado (31). Ela também vai operar no endereço Mi.com para que usuários de outros estados tenham acesso aos produtos de forma oficial.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.