Maior avião comercial fabricado no Brasil faz voo de estreia tripulado

Por Fidel Forato | 17 de Outubro de 2019 às 09h52
Notícias ao Minuto

Maior avião comercial já fabricado no Brasil, com capacidade para até 146 passageiros, o Embraer E195-E2 realizou nesta terça-feira (15) seu primeiro voo tripulado, entre a cidade de Campinas, no interior de São Paulo, e Brasília. O novo avião, que faz parte da segunda geração dos jatos comerciais da Embraer, começa a fazer voos regulares pela companhia Azul a partir do final do mês de outubro.

Em relação à versão anterior do E195, o novo modelo ficou três metros mais comprido, recebeu novos motores, que são mais econômicos, e modificações aerodinâmicas. Essas atualizações permitiram que o novo modelo tivesse uma redução de 25,4% de custo por assento.

No entanto, o aumento da capacidade não alterou uma das principais características dos jatos comerciais da Embraer. A configuração interna da aeronave segue com duas poltronas, lado a lado, sem o assento do meio, item comum nos aviões da Boeing e da Airbus.

Novo modelo da Embrar (Fonte: Vinícius Casagrande/UOL)

A Azul já encomendou 51 aviões Embraer E195-E2, o que deve torná-la a maior operadora do modelo no mundo. Até o final do ano, a companhia aérea receberá mais cinco aeronaves do modelo. Enquanto isso, os jatos da primeira geração serão substituídos gradativamente pelos novos aviões encomendados.

Com o acordo entre a Embraer e a Boeing, previsto para o começo do próximo ano, o modelo fará parte do portfólio de produtos da Boeing. A divisão de aviação comercial da fabricante brasileira foi vendida para a americana por cerca de US$ 5,26 bilhões. Com a nova configuração, a Boeing terá 80% de participação e a Embraer ficará com os outros 20%.

Detalhes do primeiro voo

O presidente da Azul, John Rodgerson, afirmou que escolha de Brasília como o primeiro destino foi pensada para apresentar aos membros do governo federal a nova aeronave, já que a Azul é a única companhia aérea brasileira a voar com aviões da Embraer.

Segundo o presidente, a chegada da nova geração de jatos comerciais da Embraer na frota da empresa vai ajudar no crescimento da companhia nos próximos anos. "Vamos continuar crescendo. Temos muitas oportunidades e precisamos acreditar no país. O brasileiro voa muito pouco e vamos mudar isso. A Azul já está em 105 cidades e daqui a cinco anos queremos estar em 150 cidades. Vamos ter mais de 50 dessas aeronaves voando no país inteiro", afirmou em entrevista ao UOL.

Fonte: Uol

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.