O que é underclock?

Por Redação

Underclock ou downclock é o termo dado a um processo de diminuição da velocidade do processador. Em termos simples, essa diminuição reduz o consumo elétrico e o ruído nos casos da potência do processador estar mais alta do que o suficiente. Além de diminuir o ruído e o consumo de eletricidade, o underclock é realizado para diminuir o aquecimento do processador.

Para realizar o processo de underclock, o usuário necessita reduzir o multiplicador do processador até que a sua frequência atinja um valor que se julgue suficiente para a utilização cotidiana da máquina.

Em aparelhos portáteis, o underclock é utilizado em grande escala, visto que as fabricantes procuram aumentar a duração da bateria. Os smartphones e tablets são os principais dispositivos a receberem esse tipo de processo. Neles, também é utilizado o processo de overclock, que se trata do aumento da velocidade do processador quando ele está sendo utilizado, ao contrário do underclock que diminui a sua atuação quando o dispositivo encontra-se em inatividade.

Em notebooks, esse processo é usado da mesma maneira com o intuito de maximizar a durabilidade da bateria. Contudo, aqui esse processo é utilizado com muita pouca frequência, visto que os computadores rodam softwares pesados que não conseguem funcionar sob baixo processamento. Outro motivo é que ele pode levar mais tempo para inicializar caso esteja sob o processo de underclock, o que certamente irá consumir mais bateria.

Com o underclock é possível realizar ajustes nos exaustores desativando os extras e utilizando apenas um cooler com modificações de rotação sobre o processador, já que com o clock mais baixo ele ficará girando na rotação mínima o tempo todo.

No processo de underclock, a redução de tensão acontece em cascata. Um consumo menor do processador leva a um menor consumo da memória RAM e da placa gráfica, o que diminui também o calor que é dissipado no hardware da máquina. Por estarem resfriados, os componentes exigem menos dos coolers, reduzindo os ruídos e o consumo de energia.

Por estarem sendo utilizados abaixo da capacidade máxima, os componentes também conseguem ter uma vida útil maior, evitando problemas na máquina e trocas antecipadas de hardwares.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.