O que é DoS e DDoS?

Por Redação

O ataque do tipo DoS (Denial Of Service, em inglês), também conhecido como ataque de negação de serviço, é uma tentativa de fazer com que aconteça uma sobrecarga em um servidor ou computador comum para que recursos do sistema fiquem indisponíveis para seus utilizadores. Para isso, o atacante utiliza técnicas enviando diversos pedidos de pacotes para o alvo com a finalidade de que ele fique tão sobrecarregado que não consiga mais responder a nenhum pedido de pacote. Assim, os utilizadores não conseguem mais acessar dados do computador por ele estar indisponível e não conseguir responder a nenhum pedido.

Os alvos mais comuns dos ataques de negação de serviço são os servidores web. Com o ataque, o hacker ou cracker tenta tornar as páginas hospedadas indisponíveis na Web. Esse ataque não se caracteriza como uma invasão do sistema visto que ele realiza apenas a invalidação por meio de sobrecarga.

Os atacantes geralmente utilizam a obstrução da mídia de comunicação entre os utilizadores e o sistema de modo a não se comunicarem corretamente. Outra maneira de realizar o ataque é forçar a vítima a reinicializar ou consumir todos os recursos de memória, processamento ou de outro hardware de modo a deixá-lo impossibilitado de fornecer o serviço.

Os ataques DoS envolvem apenas um atacante, sendo um único computador a fazer vários pedidos de pacotes para o alvo. Nesse tipo de ataque, o hacker pode apenas derrubar servidores fracos e computadores comuns com pouca banda e com baixas especificações técnicas. Já no ataque distribuído de negação de serviço, conhecido como DDoS (Distributed Denial of Service, em inglês), um computador mestre pode gerenciar até milhões de computadores, chamados de zumbis.

Por meio do DDoS, o computador mestre escraviza várias máquinas e as fazem acessar um determinado recurso em um determinado servidor todos no mesmo momento. Assim, todos os zumbis acessam juntamente e de maneira ininterrupta o mesmo recurso de um servidor. Levando em consideração que os servidores web possuem um número limitado de usuários que se podem atender ao mesmo tempo, esse grande número de tráfego impossibilita que o servidor seja capaz de atender a qualquer pedido. O servidor pode reiniciar ou mesmo ficar travado dependendo do recurso que foi vitimado.

Ataques DDoS

Há várias ferramentas utilizadas pelos hackers para fazer pedidos contínuos de pacotes de vários protocolos. Uma delas, desenvolvida por um brasileiro, é a T50 Sukhoi PAK FA Mixed Packet Injector, que permite que o atacante possa fazer o ataque ao servidor.

Apesar dos trojans utilizados para esse tipo de ataque serem pouco comuns e difíceis de serem detectados, ainda é possível saber se um computador faz parte de um sistema de ataque DDoS e dependente de um computador mestre. Para isso, é necessário que o usuário fique atento ao tráfego da rede no qual o seu computador ou servidor está conectado. Se o computador estiver enviando pacotes sem que o usuário esteja acessando algum serviço na Internet, isso pode ser um indício de que a máquina é um zumbi. Também, a Internet pode ficar lenta mesmo sem a realização de várias tarefas simultâneas na rede.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.