Usuário recebe notificação de operadora por baixar Ubuntu via torrent nos EUA

Usuário recebe notificação de operadora por baixar Ubuntu via torrent nos EUA

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 27 de Maio de 2021 às 18h20

Desde que o Digital Millennium Copyright Act (DMCA) entrou em ação em 1998, tornou-se comum que empresas enviem avisos extrajudiciais a clientes que usam seus serviços para obter conteúdos piratas. No entanto, as medidas de proteção usadas por companhias nem sempre funcionam e podem resultar em falsas acusações — como parece ter sido o caso de um usuário do Reddit identificado como NateNate60.

Segundo seu relato, ele recebeu uma notificação extrajudicial da Comcast afirmando que havia realizado atividades que infringiam direitos autorais. Ao investigar as informações contidas no aviso, ele descobriu que a suposta violação aconteceu ao fazer o download do Ubuntu 20.04.2.0 LTS de 64-bit via torrent, a partir de um link fornecido no site oficial da Canonical.

Imagem: Reprodução/Reddit

O documento enviado pela Comcast afirma que não foi a desenvolvedora do Ubuntu a responsável por abrir a queixa, mas sim uma empresa alemã conhecida como OpSec Security. Entre as punições possíveis previstas ao usuário estão a perda ou a suspensão de sua assinatura de serviço de conexão Xfinity Internet.

Aviso pode resultar em encerramento do serviço de internet

Responsável por relatar o caso, o site TorrentFreak entrou em contato com a Canonical e com a OpSec Security, mas até o momento nenhuma se pronunciou oficialmente sobre o assunto. Mesmo que esse se trate de um erro, o aviso pode ter consequências reais para NateNate60 — a operadora usa um sistema de registros de avisos DMCA, e pode encerrar o fornecimento de serviços caso considere que seus clientes ultrapassaram limites.

“Lembramos a você que o uso de nosso serviço em qualquer forma que constitua uma violação de qualquer trabalho com copyright é uma violação da Política DMCA da Comcast e pode resultar na suspensão ou término de seu serviço e conta”, alerta o aviso enviado pela empresa. Questionado por outros usuários do Reddit, o consumidor afirmou que não está disposto a iniciar um protesto por medo de que isso resulte na perda de sua conexão com a internet.

Conforme explica o TorrentFreak, é possível que o download do Ubuntu via um torrent não oficial tenha ligado os alertas da OpSec. No entanto, não somente o valor hash (algoritmo que ajuda a criptografar as informações) da distribuição baixada pelo usuário era exatamente o mesmo, como ele garante que o download foi iniciado a partir do site oficial da Canonical — o que abre a possibilidade de o erro ter sido cometido pela empresa, que usou o valor hash em seu monitoramento de sistemas BitTorrent.

Fonte: TorrentFreak

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.