Anatel já apreendeu mais de um milhão de produtos irregulares em 2021

Por Felipe Ribeiro | Editado por Claudio Yuge | 02 de Junho de 2021 às 10h33

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) superou a marca de um milhão de produtos irregulares apreendidos em 2021. Depois de bater o recorde histórico no primeiro trimestre, com 600 mil eletrônicos confiscados, a agência só precisou chegar até maio para recolher precisamente 1.125.539 itens, outro recorde. Essa ação fez parte do Plano de Ação de Combate à Pirataria (PACP), iniciado em 2018 em parceria com a Receita Federal.

Os principais produtos retidos foram carregadores de celulares, equipamentos de radiação restrita (Wi-Fi, Bluetooth) e set top boxes. A lista de produtos fiscalizados inclui ainda baterias, cabos metálicos, equipamentos de rede de dados, equipamentos óticos, bloqueadores de sinais, reforçadores de sinais, entre outros.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A obtenção da certificação de homologação da Anatel é necessária para que determinados produtos para telecomunicações sejam comercializados no País. A homologação garante ao consumidor que a qualidade e a segurança dos equipamentos estejam de acordo com a regulamentação brasileira. Ao adquirir um produto para telecomunicação não-homologado, o consumidor não tem a garantia de assistência técnica em caso de defeito nem a garantia de que aquele equipamento não ocasionará um acidente doméstico.

Imagem: Anatel

Alguns produtos retidos podem ser regularizados e retornar ao mercado nacional, desde que sejam aprovados nos processos de certificação e de homologação e não estejam relacionados a pirataria de conteúdo ou falsificação de selos.

Fonte: Anatel

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.