VMware compra Carbon Black e Pivotal por US$ 5 bilhões

Por Felipe Ribeiro | 24 de Agosto de 2019 às 18h30
VMware
Tudo sobre

VMware

Saiba tudo sobre VMware

Ver mais

A VMware informou na última quinta-feira (22) que comprou duas empresas de software: a Carbon Black, especializada em segurança cibernética e a Pivotal Software, que oferece ferramentas para desenvolvedores que trabalham em serviços de nuvem.

O objetivo da VMWare é expandir seus negócios em segurança na nuvem e big data. Pelas aquisições, a companhia desembolsou cifras próximas a US$ 4,7 bilhões (R$ 20 bilhões). A ideia da VMware é expandir a gama de produtos e serviços que oferece a seus clientes corporativos, uma vez que ela também é especializada em ferramentas de cloud computing.

Entenda o negócio

Em uma transação intermediada pela Dell - que também estava interessada no controle de ambas as empresas -, a VMware comprou a Pivotal Software por US$ 2,7 bilhões (R$ 10,9 bilhões) e a Carbon Black por cerca de US$ 2 bilhões (R$ 8 bilhões).

A VMware pagará US$ 26 (R$ 105,56) por ação da Carbon Black. Esse anúncio fez o valor dos papeis dessa última crescer 6% no fechamento de quinta-feira (22). "Ao trazer a Carbon Black para a família VMware, estamos dando um grande passo no setor de segurança, fornecendo uma plataforma de nível corporativo para administrar e proteger cargas de trabalho, aplicativos e redes", disse Pat Gelsinger, CEO da VMware, em comunicado.

A empresa espera que a Carbon Black e a Pivotal aumentem significativamente sua receita no primeiro ano, após as operações de compra serem consolidadas, o que deve ocorrer em janeiro de 2020. A Dell abriu o capital da Pivotal ao público no ano passado por US$ 15 (R$ 60,90) a ação. Para a transação principal de quinta-feira foi combinado um preço por ação de US$ 11,71 (R$ 47,50), no qual os acionistas da Classe A receberão os mesmos US$ 15 por ação da época do IPO, uma tratativa um pouco confusa, mas que é de praxe neste tipo de negociação. Trocando em miúdos, a participação da Dell na Pivotal será trocada pela entrada da VMware, que terá de pagar duas vezes por cada ação para obter o controle da companhia em questão.

A Dell e seu fundador, Michael Dell, detinham 131,3 milhões de ações da Pivotal na Classe B, sem incluir as 44,2 milhões de ações da VMware, de acordo com um documento regulatório. As ações principais subiram 9% no pregão, enquanto as da Carbon Black subiram quase 6%. As ações da VMware caíram 7% e as ações da Dell diminuíram 3%.

Fonte: VentureBeat

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.