Uber anuncia US$ 1 bilhão de investimento para sua divisão de veículos autônomos

Por Rafael Rodrigues da Silva | 22 de Abril de 2019 às 09h19
Notícias ao Minuto
Tudo sobre

Uber

Saiba tudo sobre Uber

Ver mais

Na última quinta-feira (18) a Uber anunciou um novo investimento de US$ 1 bilhão para o Advanced Technologies Group (ATG), a divisão de veículos autônomos da startup.

O investimento será liderado pela Toyota e pela Denso (fabricante de peças automotivas japonesa), que juntas aplicarão US$ 667 milhões na companhia. O montante restante, de US$ 333 milhões, será investido pela Vision Fund, um fundo pertencente à empresa japonesa de telecom Softbank.

Historicamente, esta não é a primeira vez que nenhuma das empresas investem na Uber. Em 2018, a Toyota já investiu outros US$ 500 milhões na empresa, e a Softbank é acionista majoritária da startup.

Com esse novo investimento, a ATG se torna uma entidade corporativa independente da Uber, passando a ter seu próprio corpo diretor e autonomia em suas decisões. A unidade está sendo criada em parceria com a Toyota, que, além dos US$ 667 milhões junto com a Denso, contribuirá com mais US$ 300 milhões nos próximos três anos para ajudar a cobrir todas as despesas necessárias para a independência do núcleo.

O investimento garante para a Uber uma maior quantidade de capital para investir no desenvolvimento de carros e caminhões autônomos, algo crítico para mostrar a possíveis acionistas o potencial de crescimento futuro da empresa.

Isso será importante porque, há duas semanas, a Uber iniciou o processo para entrar na Bolsa de Valores e se tornar uma companhia de capital aberto. O que preocupa possíveis investidores é que a companhia tenha um desempenho parecido ao de sua rival Lyft, que teve uma boa abertura, mas, desde então, vem perdendo valor de mercado ao ser questionada pelos investidores quais são os planos para garantir um futuro lucrativo e parar de operar no prejuízo.

Apesar de muito maior do que a Lyft, a Uber possui problemas parecidas e também fechou 2018 no vermelho. A empresa tem até esta semana para definir seu plano para o futuro, já que seus executivos já têm uma reunião marcada neste final de abril para convencer banqueiros e outros potenciais acionistas sobre o futuro próspero da empresa.

Fonte: CNBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.