Startup de criptomoedas compra BitTorrent por US$ 140 milhões

Por Eduardo Hayashi | 20 de Junho de 2018 às 11h40

A BitTorrent, companhia responsável pela criação do protocolo homônimo e proprietária do cliente uTorrent, foi comprada pela startup de criptomoedas Tron, liderada por Justion Sun, em uma negociação avaliada em US$ 140 milhões em dinheiro.

Embora alguns acionistas estejam questionando os termos da compra, é provável que tais discussões não afetem a negociação, pois a própria BitTorrent estava à procura de um possível comprador há um bom tempo.

Atualmente, o BitTorrent é uma das maiores arquiteturas descentralizadas na web, representado 40% do tráfego de dados mundial. Em contrapartida, a BitTorrent (empresa) não vinha apresentando bons resultados financeiros, chegando até mesmo a apostar em uma nova plataforma de streaming de áudio e vídeo, a BitTorrent Now, que não conseguiu conquistar uma base sólida de usuários.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Desde a época em que a BitTorrent havia demonstrado interesse em ser adquirida por outra companhia, porém, houveram dificuldades em encontrar uma possível candidata devido ao fato de que o protocolo estaria indiretamente ligado a práticas de pirataria, além do sistema de monetização do uTorrent, que, por sua vez, funciona por meio de anúncios de parceiras, alguns deles com conteúdos maliciosos.

Já no caso da Tron, a companhia foi responsável pela elaboração da criptomoeda TRX, que ocupa o 10º lugar no tabela de valor de mercado, totalizando US$ 3,2 bilhões em ativos.

Com a compra da BitTorrent, a Tron disse estar interessada em utilizar a arquitetura peer-to-peer do protocolo e a sua base de usuários para atividades de mineração de criptomoedas.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.