Rumor | Qualcomm vai diminuir preços do Snapdragon 765 para afetar MediaTek

Por Felipe Ribeiro | 14 de Janeiro de 2020 às 19h40
Qualcomm
Tudo sobre

Qualcomm

Saiba tudo sobre Qualcomm

Ver mais

A Qualcomm sabe que a corrida para o 5G está só no começo, mas já se prepara não apenas no campo do hardware. Ela sabe que precisará se empenhar mercadologicamente para seguir dominando o mercado de chipsets para smartphones e, segundo rumores, já está se mexendo. De acordo com o famoso analista Ming Chi Kuo, a empresa pretende diminuir o preço do Snapdragon 765, o que deve afetar, e muito, as vendas de concorrentes, principalmente dos chips mid-range 5G da MediaTek

O analista sugere que a Qualcomm está repensando seus preços para o chipset 5G intermediário depois que a demanda por smartphones 5G de última geração ficou aquém das expectativas. Além disso, a política agressiva de preços também se estenderá a suas ofertas de baixo custo no segundo semestre de 2020. Portanto, a MediaTek, que atua em uma faixa de preço menor, terá uma concorrência monstruosa para a sua linha de chipsets 5G Dimensity. No momento, a estratégia de preços da MediaTek não é tão lucrativa quanto a da Qualcomm, já que sua margem de lucro bruta para os processadores 5G está entre 30 e 35%.

A Qualcomm reduziu o preço do seu chipset Snapdragon 765 5G em cerca de 30%, para cerca de US$ 40. Essa é uma alternativa mais acessível ao SoC Dimensity 1000L da MediaTek, que custa cerca de US$ 60 a US$ 70 (o custo de fabricação é de US$ 45 a US$ 50) e é notadamente superior ao novo rival, sobretudo em jogos pesados.

Imagem: MediaTek

Os números afirmam claramente que a nova estratégia de preços da Qualcomm prejudica todo o mercado da MediaTek de oferecer processadores 5G a valores acessíveis. Atualmente, a MediaTek recebeu pedidos de cerca de 20 a 25 milhões de chips de várias fabricantes de smartphones como Oppo, Vivo e Xiaomi. Esses pedidos deveriam começar a ser enviados até fevereiro de 2020; Portanto, o novo preço pode atrapalhar o pedido em larga escala que a MediaTek recebeu, com a migração de encomendas para a Qualcomm.

Por fim, Kuo também detalha que a maior ameaça é enfrentada por outro chip, Dimensity 800. Esperava-se que este chipset 5G low-range fosse lançado em maio de 2020 por US$ 40 a US$ 45 (o custo de fabricação é de US$ 30 a US$ 35). Com a queda de preço do Snapdragon 765 para U$S 40, ela conseguiu afetar dois produtos de uma só vez e, certamente fará com que o Dimensity 800 seja lançado a um preço ainda menor.

Fonte: Gizmochina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.