Nubank continua expansão e anuncia chegada à Argentina

Por Felipe Ribeiro | 12 de Junho de 2019 às 13h35
Divulgação/ Nubank
Tudo sobre

Nubank

Saiba tudo sobre Nubank

Ver mais

O Nubank continua com seu plano de expansão pela América Latina e anunciou nesta quarta-feira (12) sua chegada à Argentina por meio de uma nova filial chamada "Nu". A fintech se prepara para oferecer serviços financeiros totalmente digitais, desafiar a complexidade do sistema bancário e empoderar os argentinos com uma experiência transparente, humana e simples.

Este é o segundo anúncio de expansão que o Nubank promove em menos de dois meses. O primeiro país anunciado no processo de internacionalização da empresa foi o México, revelado em maio deste ano. A empresa garante que, com a chegada ao país vizinho, também abrirá oportunidades para atrair os melhores talentos locais para trabalharem mais de perto.

"O principal pólo de desenvolvedores da América Latina se localiza hoje em Buenos Aires. Ficamos impressionados com o nível de talento que existe na Argentina e estamos orgulhosos em fazer um investimento significativo neste ecossistema tecnológico", afirma David Vélez, fundador e CEO do Nubank. "Quase 16 milhões de argentinos atualmente não possuem acesso ao sistema bancário, isso é mais da metade da população adulta do país, e queremos contribuir para mudar essa situação," explica.

Operação na Argentina marca expansão da Nubank na América Latina/ Imagem: Nubank

Desde 2017 o Nubank possui um hub de tecnologia em Berlim, na Alemanha, focado em infraestrutura e engenharia de dados. No total, a empresa conta hoje com 1.500 funcionários de 25 nacionalidades, entre eles indianos, canadenses, australianos, americanos, holandeses e mexicanos.

Até o momento, o Nubank já arrecadou cerca de US$ 420 milhões (R$ 1,6 bilhões, na cotação atual) em sete rodadas de investimento com grandes fundos como Sequoia Capital, Kaszek Ventures, Tiger Global Management, QED, Founders Fund, DST Global, Redpoint Ventures, Ribbit Capital, Dragoneer Investment Group, Thrive Capital e Tencent. Com isso, se tornou uma das primeiras startups unicórnios da América Latina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.