Netflix vai arrecadar US$ 1 bilhão para financiar novas produções

Netflix vai arrecadar US$ 1 bilhão para financiar novas produções

Por Stephanie Kohn | 22 de Abril de 2020 às 12h18
Matheus Argentoni

A Netflix informou nesta quarta-feira (22) que planeja levantar cerca de US$ 1 bilhão um dia após anunciar que irá dobrar suas projeções de novos usuários devido a demanda por novas produções puxadas pela quarentena do Coronavírus.

A empresa planeja usar o dinheiro para financiar produções originais, adquirir novos conteúdos e para possíveis aquisições. Tudo isso em um momento em que os maiores estúdios estão com produções e lançamentos parados em razão da pandemia.

A maioria dos conteúdos programados para 2020 e até 2021 já foram filmados e estão sendo finalizados de casa, segundo o chefe de conteúdo da plataforma, Ted Sarandos. Ele ainda informou que a Netflix está trabalhando em mais de 200 novos projetos.

Com o crescimento do streaming de vídeo nos Estados Unidos, o mercado se tornou mais competitivo com a chegada do Disney+ e demais rivais. Isso forçou a Netflix a expandir agressivamente seus conteúdos e olhar para outros países na tentativa de aumentar sua base de assinantes.

A empresa tem cerca de US$ 15 bilhões em débito, levantados em outubro do ano passado através de notas sêniores - uma espécie de nota promissória.

Resultados financeiros

A Netflix informou nesta que adicionou mais assinantes pagos do que o esperado no primeiro trimestre, com bloqueios globais para conter a disseminação do novo coronavírus forçando as pessoas a ficar em casa e assistir a programas online.

As ações da gigante de streaming, que subiram cerca de 35% este ano, avançaram 4% no after-market.

A demanda por serviços de streaming aumentou nos últimos meses, com o vírus em rápida expansão, que infectou mais de 2,5 milhões de pessoas em todo o mundo, restringindo o movimento.

Alguns analistas acreditavam que assinaturas de serviços de streaming estariam entre os primeiros itens a serem cortados por pessoas em meio a uma onda de demissões e temores de uma recessão econômica por causa da pandemia.

Mas a Netflix disse que espera adicionar 7,5 milhões de assinantes pagos globalmente no segundo trimestre, em comparação com as estimativas de analistas de 3,81 milhões, de acordo com a empresa de pesquisa FactSet.

A empresa adicionou 15,77 milhões de assinantes pagos globalmente no primeiro trimestre - bem acima das estimativas dos analistas de quase 8 milhões, segundo a FactSet.

A empresa adicionou 3,6 milhões de assinantes na Ásia-Pacífico, sua região de crescimento mais rápido, enquanto seus assinantes latino-americanos cresceram 2 milhões de assinantes.

A receita total aumentou para 5,77 bilhões de dólares, ante 4,52 bilhões. Os analistas esperavam, em média, 5,76 bilhões, segundo dados do IBES do Refinitiv.

Fonte: Reuters e Reuters Brasil

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.