Magazine Luiza compra VipCommerce e avança no setor de supermercados

Por Rui Maciel | 03 de Março de 2021 às 23h50
Canaltech
Tudo sobre

Magazine Luiza

Saiba tudo sobre Magazine Luiza

Ver mais

O Magazine Luiza anunciou nesta quarta-feira (03), a aquisição da VipCommerce, plataforma de e-commerce white label, cujo foco é o varejo de alimentos. A ferramenta funciona como um atalho para que milhares de varejistas alimentares se conectem ao marketplace do Magalu. Sediada em Belo Horizonte, a companhia permite que varejistas analógicos criem lojas digitais para desktop, celular e apps.

Desde o início da pandemia, o Magalu tem expandido rapidamente a sua categoria de mercado - inicialmente com foco no estoque próprio, para que seus clientes recebam seus produtos em casa com mais agilidade. Atualmente, a modalidade representa mais de 40% de todos os itens vendidos no e-commerce da rede varejista, o que a coloca entre as maiores companhias do setor no Brasil.

A aquisição da VipCommerce permite que milhares de supermercados juntem forças com o Magalu. A combinação da categoria de mercado da empresa (1P) com o sortimento de supermercados locais (3P) possibilitará a oferta de uma cesta completa de produtos no superapp da empresa, incluindo itens perecíveis. Segundo os executivos da empresa adquirida, a atuação da mesma não mudará, com toda a sua estrutura sendo mantida - incluindo negócios futuros e o corpo de diretores.

Além da integração, a plataforma oferece a gestão completa do ciclo do pedido -- da compra à entrega final -- e o controle de estoque em tempo real. Atualmente, a VipCommerce oferece tecnologia para mais de 100 redes de supermercados, com 400 lojas localizadas em 18 estados do país. Sua plataforma reúne mais de 300 000 itens em estoque e processa 250 milhões de reais em vendas anualizadas.

Em 2020, o Magalu realizou 11 aquisições estratégicas, sendo uma delas no próprio setor de varejo de alimentos: em setembro, a companhia comprou a startups AiQFome, uma das maiores plataformas de food delivery do Brasil, presente em mais de 350 municípios, distribuídos em 21 estados.

Além da AiQFome, foram compradas, entre outras, a Estante Virtual, de venda de livros novos e usados, a Hubsales, que conecta fabricantes ao consumidor final, a Stoq, de tecnologia para PDV, a plataforma de mídia da Inloco, o site de conteúdo de tecnologia Canaltech, a escola de marketing Digital ComSchool e a fintech Hub.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.