Magalu compra startup de tecnologia para ponto de vendas

Por Stephanie Kohn | 24 de Agosto de 2020 às 17h21
Divulgação/Magazine Luiza
Tudo sobre

Magazine Luiza

Saiba tudo sobre Magazine Luiza

Ver mais

O Magalu anunciou nesta segunda-feira (24) a compra da Stoq, uma startup de tecnologia especializada em soluções para pequenos e médios varejistas brasileiros. A empresa, fundada em 2015, desenvolve sistemas de ponto de vendas (PDV) no modelo SaaS (Software as a Service), o que reduz filas e atritos no processo de compra. Em 2019, foram transacionados mais de R$ 250 milhões por meio dos produtos startup.

Entre os principais produtos da empresa estão o SmartPOS, que permite que os atendentes façam o pedido e recebam o pagamento onde o cliente estiver, incluindo diversas opções de pagamento, como cartões, carteiras digitais e pagamento por aproximação; o totem de auto-atendimento, chamado de Stoq Self-Checkout, que dá autonomia para o cliente fazer o pedido e o pagamento sem pegar filas ou passar por um atendente; e um sistema de PDV que também permite o gerenciamento de pedidos de food delivery diretamente no caixa. Todos esses canais de venda são integrados em um único sistema.

Com a aquisição, os produtos da Stoq passam a integrar o pilar estratégico Magalu as a Service (MaaS) e complementam o Parceiro Magalu, levando a digitalização também para os médios varejistas, que geralmente possuem mais de uma filial. Os produtos da Stoq serão integrados à conta digital do Magalu, de forma que todos os varejistas clientes de Stoq poderão facilmente aceitar pagamentos usando o Magalu Pay, informou a empresa.

"O novo ciclo estratégico do Magazine Luiza é de digitalizar o varejo brasileiro. Com isso, temos uma amplitude maior de aquisições. No passado, achavam que íamos comprar alguma concorrente, mas estamos comprando negócios diferentes. Para visão de futuro, em que queremos ser o ecossistema digital que vai digitalizar o varejo brasileiro, faz todo sentido num contexto estratégico essas novas aquisições. São peças de um quebra-cabeça que se encaixam perfeitamente", disse Frederico Trajano, CEO do Magalu, durante live nesta segunda-feira com o Valor Econômico.

Adicionalmente, a tecnologia da Stoq amplia o alcance do Parceiro Magalu para varejistas especializados em categorias como bares e restaurantes, moda, supermercado e saúde e beleza. Esse é mais um importante passo na estratégia do Magalu de digitalização do varejo brasileiro.

Fonte: Magalu e Valor Econômico

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.