Elon Musk diz que Tesla esteve muito próxima do fim em 2018

Por Wagner Wakka | 28 de Novembro de 2018 às 10h12
DepositPhotos
Tudo sobre

Tesla

A Tesla esteve por um triz de fechar suas portas em 2018. Foi isso o que disse o CEO e fundador da empresa, Elon Musk, em entrevista ao programa Axios da HBO. O motivo teria sido o ritmo de produção dos Model 3, que não atingia a meta semanal de fabricação até metade deste ano.

Durante a entrevista, o executivo disse que, na época, a companhia esteve a semanas da “morte". “A Tesla enfrentou uma ameaça realmente severa por conta dos níveis de produção do Model 3. Essencialmente, a companhia estava sangrando dinheiro de forma insana e se nós não resolvêssemos esses problemas em muito pouco tempo, iríamos morrer. E foi realmente difícil de resolver”, explicou no programa.

Em abril deste ano, a Tesla tinha uma meta de produzir 2.500 unidades do Model 3 por semana no primeiro semestre, mas falhou no processo, criando o que Musk apelidou de "inferno de produção".

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Durante o período, ele disse que chegou a trabalhar insanamente, com registros de 120 horas semanais. “Eu não recomendo isso para ninguém. Eu fiz somente por que, se eu não fizesse, havia uma grande chance de a Tesla morrer”, finalizou.

A meta semanal de produção foi elevada para 5 mil modelos, o que só foi atingido no final de junho. Tal marco permitiu que a empresa fechasse o terceiro trimestre de 2018 com boa marca e aumentasse suas expectativas para o final do ano.

Fonte: BGR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.